patosja_logo

Brasil passa a adotar esquema de dose única contra o HPV

Anúncio foi feito pela ministra da Saúde, Nísia Trindade

por Odair Cardoso

fonte: Agência Brasil.

Publicado: 02-04-2024 9:16:30

Geral

imagem colorida, mão segurando o frasco da vacina contra o HPV

A vacinação contra o HPV no Brasil, a partir de agora, passa a ser feita em dose única. O anúncio foi feito pela ministra da Saúde, Nísia Trindade, na noite dessa segunda-feira (1º). Até então, o país utilizava um esquema de duas doses para combater a infecção, principal causadora do câncer de colo de útero.

 

“Uma só vacina vai nos proteger a vida toda contra vários tipos de doença e de câncer causados pelo HPV, como o câncer de colo de útero. Não vamos deixar que crianças e jovens corram esse risco quando crescerem”, escreveu a ministra em seu perfil na rede social X, antigo Twitter.

 

Nísia pediu ainda que estados e municípios façam uma busca ativa por jovens com até 19 anos que não receberam nenhuma dose da vacina. Segundo ela, em 2023, foram aplicadas 5,6 milhões de doses do imunizante. “O maior número desde 2018 e um aumento de 42% no número de doses aplicadas em relação a 2022”.

 

“Agora, temos mais vacinas para proteger nossa população contra os riscos causados por esse vírus. Usar apenas uma dose de vacina foi uma decisão baseada em estudos científicos, conforme recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS)”, destacou.

 

Quem pode se vacinar

A imunização no Brasil, atualmente, é indicada para meninos e meninas de 9 a 14 anos; vítimas de abuso sexual de 15 a 45 anos (homens e mulheres) que não tenham sido imunizadas previamente; pessoas que vivem com HIV; transplantados de órgãos sólidos e de medula óssea; e pacientes oncológicos na faixa etária de 9 a 45 anos.

 

Testagem

Em março, o Ministério da Saúde anunciou a incorporação ao Sistema Único de Saúde (SUS) de um teste para detecção de HPV em mulheres classificado pela própria pasta como inovador. A tecnologia utiliza testagem molecular para a detecção do vírus e o rastreamento do câncer do colo do útero, além de permitir que a testagem seja feita apenas de cinco em cinco anos.

 

A forma atual de rastreio do HPV, feita por meio do exame conhecido popularmente como Papanicolau, precisa ser realizada a cada três anos. A incorporação do teste na rede pública passou por avaliação da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec), que considerou a tecnologia mais precisa que a atualmente ofertada no SUS.

 

A infecção

O HPV é considerado atualmente a infecção sexualmente transmissível mais comum em todo o mundo e o principal causador do câncer de colo de útero. A estimativa do ministério é que cerca de 17 mil mulheres sejam diagnosticadas com a doença no Brasil todos os anos.

 

Apesar de se tratar de uma enfermidade que pode ser prevenida, ela segue como o quarto tipo de câncer mais comum e a quarta causa de morte por câncer em mulheres - sobretudo negras, pobres e com baixos níveis de educação formal.

NTV
Bruna Rodarte, Glória Marra e Nathália Porto são as três candidatas à Rainha Nacional do Milho 2024
PCMG
Homem é preso pela PC após descumprir medidas protetivas e quebrar janela da casa de ex-companheira com socos
PMMG
PM prende condutor na MG-188 por adulteração de sinal identificador de veículo
Márcio Oliver
Moradores do bairro Campos Elíseos denunciam carvoaria em Patos de Minas e pedem encerramento da atividade
IMAGEM DA INTERNET
Motoristas por aplicativo de Patos de Minas realizam paralisação nesta sexta-feira e pedem “valor justo” para corridas
acidente
Moticiclista sofre acidente após tentar desviar de buracos na avenida Fátima Porto
NTV
Motociclista fica ferido em acidente na rotatória da Av. Paranaíba com a rua Cônego Getúlio
imagem colorida mostrando posto de pedágio na BR 365 em frente as cancelas
MPF e MPMG pedem nulidade do contrato de concessão das BR-365 e 452
imagem colorida mostrando cartão da mega sena com uma mão segurando caneta
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 56 milhões
imagem colorida feita durante a noite, mostrando policiais ao lado de dois ônibus na rodovia
Operação Narcos: duas pessoas são presas durante ações em rodovia
PMMG
Foragido da Justiça por violência doméstica é capturado durante operação da PMR
lixo
Descarte irregular de lixo em estradas nos arredores da cidade incomoda moradores
NTV
Adolescente de 14 anos alega ter sido vítima de estupro em Patos de Minas
ARTE MAMORÉ
Mamoré reforça zaga com contratação de Fernando Teixeira
NTV
Mato e esgoto a céu aberto incomodam moradores do bairro Vila Rosa
PMMG
Dois veículos se envolvem em acidente na MGC-462
NTV
Polícia Civil indicia idoso por tentativa de homicídio contra ex-genro em Patos de Minas
pedido de ajuda
Com risco de perder a visão, mulher tenta arrecadar recursos para custear cirurgia
álcool 70%
Álcool 70% líquido não estará mais disponível ao consumidor
imagem colorida mostrando os materiais furtados
Mulher é presa por furto de materiais no Estádio Zama Maciel
imagem colorida mostrando prisma da Polícia Militar ao lado das duas pedras de cocaína, arma falsa, notas de dinheiro de dois, cinco, dez, e 100 reais, além celulares
Polícia localiza cocaína, simulacro de arma e dinheiro, durante o cumprimento de mandado
Imagem colorida mostrando a entrdada da agência da Receita Federal em Patos de Minas.
Receita alerta para golpe do falso aplicativo do Imposto de Renda
imagem colorida, mostrando duas mãos contando notas de cinquenta reais
Bancos promovem mutirão de negociação financeira até 15 de abril
imagem colorida feita durante a noite, mostrando a caminhonete de cor prata sobre a prancha de um guincho estacionado na rua
Caminhonete furtada em Patos de Minas é recuperada na cidade de Carmo do Paranaíba