Secretaria de saúde suspende captação de água após denúncia de contaminação em Lagoa Grande

Uma fiscalização da Funasa apontou contaminação na água captada por um centro de saúde

por Odair Cardoso.
04/12/2018 - 20h22

Patos Já - Patos Já - Secretaria de saúde suspende captação de água após denúncia de contaminação em Lagoa Grande

A secretaria de saúde do município de Lagoa Grande publicou nota no final da tarde desta terça-feira (04), informando que suspendeu a capatação de água do poço tubular que era destinada para um centro de saúde do município. A ação ocorreu após a Funasa denunciar que uma Fiscalização Preventiva Integrada (FPI), realizada no local, constatou a presença de coliformes fecais na água .

A nota assinada pela gestora em saúde, Káthia Maria de Oliveira, diz que análises são realizadas a cada seis meses, conforme exigencia do Núcleo de Vigilância Sanitária e que inclusive a última teria sido feita em 10 de maio deste ano e que os resultados estão compatíveis com as normas.  

O texto diz também que a secretaria tomou conhecimento do levantamento da FPI por meio da imprensa e que não foi comunicada da situação detectada na água. Além da suspensão da captação, a secretaria também determinou coletas em vários pontos do poço, para identificar o foco da contaminação.

Confira a nota enviada à imprensa na íntegra:

“Sobre o controle de qualidade de água utilizada no Centro de Saúde de Lagoa Grande, informamos que:

O controle de qualidade segue a portaria do Ministério da Saúde nº 2.914, de 12 de dezembro de 2011, que são realizadas análises periódicas a cada seis meses, sendo que a última foi realizada na data de 10 de maio de 2018, com resultados compatíveis com as normas exigidas pela NUVISA (Núcleo de Vigilância Sanitária) ESTADUAL, sendo que a mesma emitiu na data de 13 de agosto de 2018, o alvará sanitário nº 001/2018, da referida unidade entro de Saúde de Lagoa Grande-MG.

A Secretaria Municipal de Saúde, tomou conhecimento do resultado da análise reaqlizada pela unidade móvel da FUNASA, no dia 04 de dezembro de 2018, às 15:00 horas por meio da imprensa, não tendo sido comunicada ou notificada do resultado obtido na análise realizada pela unidade móvel no último dia 30, desta forma, foram tomadas as seguintes providências:

Determinou a imediata suspensão da captação de água do poço tubular, passando a utilizar, agua fornecida pela conessionária pública.

Determinando ainda, coletas em vários pontos, sendo saída de poço tubular e outros pontos da rede interna do hospital para determinação do foco de contaminação, e ainda, resultados quantitativos para determinar se a água esta própria ao consumo, conforme legislação pertinente.

A Admnistração Municipal valoriza a política de transparência da informação, e colabora louvando a atitude do Ministério Público na construção democrática do acesso a informação serena, responsável, posi se assim não o fosse, não se teria tomado conhecimento do problema divulgado pela imprensa a partir de informações pelo Promotor Público, uma vez que não existiu notificação oficial do resultado da referida ação preventiva”.

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG