Patos de Minas e municípios da região ficam em estado de alerta por causa dos danos provocados pelas chuvas

A Polícia Militar divulgou levantamento apontando os locais mais críticos e alertando para os riscos

por Redação Patos Já
10/01/2022 - 08h00

Patos Já - Patos de Minas e municípios da região ficam em estado de alerta por causa dos danos provocados pelas chuvas

O imenso volume de chuvas que atingem a região do Alto Paranaíba e Noroeste de Minas vem provocando danos diversos, principalmente nas rodovias e regiões ribeirinhas. A Polícia Militar divulgou nesse domingo (10), um levantamento realizado nos municípios da microrregião de Patos de Minas, apontando os locais mais críticos e alertando para os riscos.

O informe com a atualização da situação, chama a atenção da população de Patos de Minas para os cuidados que precisam ser tomados em vários locais. O texto cita por exemplo a Ponte do Arco, onde o Rio Paranaíba apresenta um elevado volume do nível de água acima dos 9 metros, mas ainda sem risco atual de interdição.

De acordo com a polícia, os bairros Jardim Paulistano e Vila Rosa, já tiveram registros de inundação em alguns imóveis ao final da Rua Carmo do Paranaíba e Rua 02. No Bairro Santa Luzia, além da água se aproximar de várias residências, houve inundação de algumas edificações na Rua Ponta Porã e em parte das instalações de uma Empresa de Laticínios. O texto destaca ainda que há risco de transbordo na Avenida Vitória.

O levantamento indica também que no Bairro Copacabana ficou constatado até a tarde de ontem um elevado nível de água, mas sem risco de inundação de imóveis.

Confira a situação de outros municípios:

São Gonçalo do Abaeté e Distrito de Beira Rio:

Ponte que liga as localidades de Beira Rio a Pontal do Abaeté, apresenta vários danos devido as chuvas. Local ainda com trânsito, apesar dos cuidados necessários para transitar no período de chuva forte.

São Gotardo:

Interdição de ponte no perímetro urbano desde o dia 8 de janeiro. O local segue fechado, população deve buscar rotas alternativas.

Rio Paranaíba:

- Ocorreram deslizamentos de terra nesse domingo, na rodovia MG - 230, quilômetro 43, entre os municípios de Rio Paranaíba e Serra do Salitre. Local foi sinalizado com cones, e a população deve ter cuidado ao passar pelo local, considerando estrangulamento do trânsito.

Carmo do Paranaíba:

Interdição parcial da LMG 743, km 80. Neste local, apesar do esforço do DER, constantemente a terra volta para a pista de rolamento. População deve ter cuidado ao passar pelo local considerando estrangulamento do trânsito no local.

Lagoa Grande:

Nesse domingo, Ponte do Córrego dos Porcos que liga os municípios de Lagoa Grande e Vazante, foi interditada novamente, enchente levou parte do aterro. Orientamos que a população evite esta estrada e tome como rota alternativa a MGC 354.

Presidente Olegário:

No Quilômetro 165 da MGC 354, o trecho está com lama na pista, mas o tráfego foi liberado. Os motoristas devem redobrar a atenção.

Guimarânia:

A Avenida Amazonas, na ponte sobre o “Córrego da Louca”, as águas alagaram parte do local e causaram uma erosão as margens da via, que foi interditada.

Na rodovia LMG 737, que liga a cidade de Guimarânia a Cruzeiro da Fortaleza, houve uma erosão. O local foi sinalizado com cones e ainda está sendo possível a passagens de veículos.

Cruzeiro da Fortaleza:

Rompimento de ponte na zona rural próximo a comunidade do Jacu, Estrada interditada. A polícia orienta que os condutores evitem a estrada procurando outra rota alternativa.

Monte Carmelo:

Apenas estradas vicinais danificadas, intransitáveis. População deve evitar o trânsito nestas vias até que o período de chuva termine.

Coromandel:

O Ribeirão Santo Antônio do Bonito, na ponte da estrada que dá acesso a Rocinha, Mateiro e Pântano permanece inundado, impedindo a passagem de veículos.

Em outro trecho, a ponte sobre o Córrego das Lajes, na estrada que liga Coromandel a Pântano (próximo a comunidade do Catitu), só estão passando veículos de grande porte. População deve evitar o trânsito nas vias vicinais até que o período de chuva termine.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG