Pessoas que trabalhavam em condições parecidas com escravidão são resgatadas em fazendas da região

Houve ações em Coromandel, João Pinheiro e Presidente Olegário

por Aiandra Faria
01/10/2021 - 13h20

Patos Já - Pessoas que trabalhavam em condições parecidas com escravidão são resgatadas em fazendas da região

O Ministério Público do Trabalho, com o apoio da Polícia Rodoviária Federal, realizou uma operação e resgatou 130 trabalhadores rurais que estavam trabalhando em condições análogas a escravidão. Eles foram localizados em cidades da região. Os trabalhadores foram trazidos para Patos de Minas nesta sexta-feira (1).

Segundo o MPT 116 pessoas trabalhavam na colheita de alho, na cidade de Coromandel, e 14 estavam em carvoarias de João Pinheiro e Presidente Olegário.

A Auditoria fiscal trabalho fez o acompanhamento do pagamento das verbas rescisórias. O total chega a cerca de R$900 mil.

Uma entrevista coletiva será realizada ainda nesta sexta-feira onde o Ministério Público do Trabalho irá divulgar mais informações.

Confira vídeo com procurador do trabalho e auditor fiscal do trabalho


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG