Acusado de homicídio e tráfico de drogas é condenado a 10 anos e 10 meses de prisão

Crime foi registrado no ano de 2013 em Lagoa Formosa

por Redação Patos Já
27/09/2019 - 10h30

Patos Já - Acusado de homicídio e tráfico de drogas é condenado a 10 anos e 10 meses de prisão

O Tribunal de Júri da Comarca de Patos de Minas voltou a se reunir na tarde desta quinta-feira (26), desta vez para julgar um homem acusado de um homicídio duplamente qualificado e tráfico de drogas. Sandro Luiz da Costa foi denunciado pelo Ministério Público por ter matado sua companheira no ano de 2013 em Lagoa Formosa.

O crime aconteceu em dezembro, na residência do casal. Segundo as investigações, Sandro Luiz da Costa atirou na cabeça de Kanandra Sâmela Pereira de Castro, de 17 anos. O caso chocou parentes e amigos próximos. 

Na sessão, Sandro disse que atirou para se defender da adolescente, mas que não tinha a intenção de matar. Segundo ele, Kanandra estava portando uma faca e desferiu pelo menos quatro golpes, sendo que um deles chegou a atingir seu braço. O disparo na cabeça da jovem teria sido uma forma de defesa. O tiro porém foi certeiro e Kanandra morreu pouco depois de dar entrada no Hospital Regional. Sandro foi preso em flagrante ainda com a arma, com drogas e com dinheiro da garota.

Diante dos fatos, o Ministério Público pediu a condenação de Sandro por homicídio qualificado. A defesa argumentou que o homicídio foi privilegiado (quando o agente comete o crime impelido por motivo de relevante valor social ou moral, ou sob o domínio de violenta emoção ou provocação da vítima), mas a tese não convenceu os jurados, que entenderam que Sandro era culpado. Ao final, o homem foi condenado a 6 anos e 8 meses por homicídio e a 4 anos e 2 meses por tráfico de drogas, totalizando 10 anos e 10 meses de prisão.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG