Acusado de homicídio em Patos de Minas é condenado a 13 anos de prisão

O crime aconteceu em agosto de 2016, na Rua Vereador João Pacheco

por Débora Araújo
Fonte: Débora Araújo - foto: Fábio Júnior
28/09/2018 - 08h40

Patos Já - Acusado de homicídio em Patos de Minas é condenado a 13 anos de prisão

O Fórum de Patos de Minas realizou, na tarde desta quinta-feira (27), mais um julgamento. Dione Damas de Magalhães foi levado a júri, após ser denunciado pelo Ministério Público pelo homicídio de Wellington Brito de Sousa, no ano de 2016.

De acordo com a Promotora de Justiça, Vanessa Dosualdo, o crime aconteceu em agosto de 2016, na Rua Vereador João Pacheco, no Bairro Santo Antônio. Segundo consta no processo, o autor chegou onde a vítima estava, na casa de um amigo, e sem nada a dizer efetuou diversos disparos, sendo que sete atingiram o corpo de Wellington, que faleceu no local.

Ainda segundo a Promotora, as investigações seguiram no sentido de apurar a motivação e foi constatado que o autor era integrante de uma facção criminosa de Patos de Minas e cometeu o crime em razão de uma dívida de drogas.

Para o Ministério Público, o crime teria pelo menos duas qualificadoras, sendo que uma delas seria a motivação torpe e a segunda consiste na dificuldade de defesa da vítima, tendo em vista o recurso empregado no crime.

O Defensor Público, Walner Dias, trabalhou com a negativa de autoria, visto que o réu afirma que no momento do crime estava na casa da namorada e depoimentos de testemunhas da família comprovam o que foi alegado. Além disso, algumas pessoas afirmam que Dione seria o autor, mas outras pessoas negam a participação dele o homicídio.

Diante das alegações da acusação e da defesa, o Poder Judiciário sentenciou que Dione é o culpado pelo crime e determinou sua prisão por 13 anos, em regime inicialmente fechado. 


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG