Ministério Público ajuíza pedido para desocupação de escola

Pais e alunos contrários a ocupação, fizeram abaixo-assinado pedindo o retorno das aulas

por Gustavo Oliveira
Fonte: Odair Cardoso - Fotos: Gustavo Brito.
04/11/2016 - 08h20

Patos Já - Ministério Público ajuíza pedido para desocupação de escola

Após duas escolas de Patos de Minas terem sido ocupadas por estudantes em menos de uma semana, os casos dividem opiniões e foram parar na Justiça. O Ministério Público recebeu um abaixo-assinado com a reivindicação de pais e alunos da Escola Dona Guiomar de Melo, que são contrários a ocupação da escola. O pedido é para que os portões sejam reabertos e as aulas retomadas, mesmo durante as manifestações.

A reclamação é de que o estudantes tomaram as dependências da instituição, restringindo o acesso daqueles que não compactuam com o movimento de ocupação. Diante dos argumentos apresentados, o Promotor da Infância e Juventude, Paulo Henrique Delicoli, ajuizou um pedido de providências junto ao Poder Judiciário, reivindicando que os alunos que não aderiram ao protesto, tenham acesso ao ensino regular. Para o Promotor, o direito de manifestação dos alunos não pode ferir o direito a educação.

Paulo Henrique Delicoli disse ainda, que não é contrário a manifestação, mas sim a forma como o protesto está sendo realizado, impedindo a instituição de ensino de funcionar. O promotor sugere que seja reservado um espaço dentro da escola para que os estudantes se manifestem, sem causar prejuízos para aqueles que não querem participar das manifestações.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG