Patos de Minas tem aumento de focos de incêndio

Na comparação de 2018 com 2019 os registros subiram quase 10%

por Redação Patos Já
26/08/2019 - 18h20

Patos Já - Patos de Minas tem aumento de focos de incêndio

Segundo o Programa Queimadas, do Instituo Nacional de Pesquisas Espaciais, o número de focos de fogo já é o maior de janeiro a agosto em sete anos. Em 2019, os incêndios aumentaram 82% no Brasil em relação ao mesmo período de 2018. Em Patos de Minas, até o momento, 8.928 focos de incêndio foram registrados.

Os números de incêndios florestais em Minas Gerais chamam atenção. Em todo o ano de 2018 foram registrados 10.810 casos. Entre janeiro a julho do ano passado foram 6.810. Até julho de 2019 foram atendidas 8.928 ocorrências. Ou seja, 2.118 casos a mais que os primeiros seis meses de 2018.

De acordo com o comandante do 12° Batalhão de Bombeiros Militar em Patos de Minas, Tenente Coronel Marisguia, qualquer aumento que saia da curva de normalidade preocupa, por isso, é preciso se preparar. “Este ano, com novo governo no estado, passamos por uma leve crise financeira. O Corpo de Bombeiros está atendo a isso e tem buscado recursos e otimizado suas ações. Além disso, há preocupação com a manutenção prévia das viaturas e também preocupação com a requalificação dos militares no combate a incêndio”, disse o comandante.

O número de chamadas atendidas pelo 12° Batalhão, se comparado 2018 com 2019, aumentou quase 10%. Em todo o mês de agosto do ano passado foram 45 chamadas. Este ano, até esse domingo (25) foram 50 ocorrências. Um total de 138, em 2018, e 151, em 2019. As principais ocorrências de incêndio em 2018 foram de incêndio em lote vago, seguida de incêndio em produção agrícola e pasto.

Nesse domingo (25) uma queimada foi registrada em um loteamento, ao lado do Bairro Jardim Esperança, aqui em Patos de Minas. Em poucos minutos, o fogo tomou conta de alguns lotes do bairro, queimando todo o capim. O mato seco e a baixa umidade relativa do ar nesta época do ano contribuem para novos casos de queimadas. Neste caso registrado pela nossa reportagem, o incêndio aconteceu bem ao lado da Mata do Cachorro. Em casos de foco de incêndio o ideal é acionar o Corpo de Bombeiros, no 193.

Segundo o Tenente Coronel Marisguia, a maioria dos casos tem haver com a ação do homem. Ele orienta que a limpeza de lotes e pastos não deve ser feita com fogo. “Essas ações refletem no meio ambiente, como a fauna e a flora. Os animais fogem do seu habitat natural e vêm para a zona urbana. Além disso, há aumento de ocorrências com pessoas que apresentam problemas respiratórios, devido ao tempo seco e a poluição do ar”, concluiu o comandante.

  • Patos de Minas tem aumento de focos de incêndio
  • Patos de Minas tem aumento de focos de incêndio
  • Patos de Minas tem aumento de focos de incêndio
  • Patos de Minas tem aumento de focos de incêndio

Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG