Adamantina/Transbrasil não cumpriu com os direitos do consumidor, explica advogado especialista; veja vídeo

A Adamantina informou que após o ocorrido rompeu a parceria com a Transbrasil

por Matheus Alves
Fonte: Rafael Ribeiro - NTV
23/06/2022 - 12h30

Patos Já - Adamantina/Transbrasil não cumpriu com os direitos do consumidor, explica advogado especialista; veja vídeoOnibus do Expresso Adamantina - Foto: Joo Victor Rodrigues - Site Onibus Brasil

A Transbrasil que operava a linha Patos de Minas para São Paulo em ônibus da Adamantina foi impedida de realizar o transporte de passageiros por irregularidades constatadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Na segunda-feira dia 20 de junho, os passageiros não conseguiram embarcar e não receberam apoio da empresa. Ao todo 15 pessoas foram afetadas.

O especialista em defesa do consumidor e professor universitário, Alexandre Máximo, conta que existem regras para proteger os consumidores em casos de atrasos ou cancelamento de viagens. “Os passageiros devem entrar na justiça para pedir uma indenização sobre os danos causados, existem leis que asseguram os direitos no ato de qualquer compra. A recomendação é que sempre verifique antes de comprar o bilhete a situação da empresa para evitar transtorno no momento do embarque”, explica.

A Adamantina que é uma das empresas de transporte interestadual de passageiros que oferecia a linha Patos de Minas para São Paulo e vice-versa e operava na cidade há cerca de dois anos e há mais ou menos um ano fez uma parceria com a Transbrasil, que passou a ser responsável pela linha.

Fiscais da ANTT descobriam através de uma fiscalização que a Transbrasil não possuía autorização para oferecer o transporte Patos de Minas para São Paulo. Na última sexta-feira 17 de junho, um dos ônibus que deveria seguir para São Paulo foi apreendido. A Adamantina informou que após o ocorrido rompeu a parceria com a Transbrasil.

Em nota, o Procon de Patos de Minas apurou que a Transbrasil não realocou os passageiros em outros ônibus, não restituiu os valores pagos pelos bilhetes e nem prestou assistência aos consumidores.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG