Comunidade reclama de descaso da prefeitura com a construção de cemitério em Alagoas

por Redação Patos Já
22/06/2022 - 08h00

Patos Já - Comunidade reclama de descaso da prefeitura com a construção de cemitério em Alagoas

No distrito de Alagoas moradores estão indignados com não colaboração da administração municipal para a construção de um novo cemitério na localidade. O terreno atual já esgotou todo o espaço para novos sepultamentos. No entanto, segundo informações da comunidade, a prefeitura de Patos de Minas não tem apoiado a iniciativa popular, que já gastou cerca de R$ 15 mil.

Por meio de nota a prefeitura informou que,  enviou praticamente todos os itens inicialmente solicitados pelo CDC de Alagoas, sendo alguns deles destinados em quantidade superior ao que foi tratado, conforme comprovam os documentos em anexo. Somente de cimento, por exemplo, foram 125 sacos, enquanto o pedido era de 75 unidades. No caso de tijolos, não houve a entrega até então porque a Secretaria de Obras Públicas não dispõe do material. "Em mensagem enviada ao secretário de Obras Públicas no dia 13 de junho, o presidente do CDC informou que o muro estava em fase final, portanto pressupõe-se que tijolos não são mais necessários", afirma o texto.

Ainda segundo a nota, "por decisão própria, o conselho optou por ampliar o cemitério para além do projeto original. Durante a obra, inclusive, o próprio presidente da entidade foi requerendo alguns produtos em quantidade acima do pedido inicial e, sempre que possível, foi atendido; todas as entregas direcionadas à obra em Alagoas foram registradas pela Semop e estão assinadas por quem as recebeu, o que possibilita à secretaria ter controle e segurança das suas ações; os responsáveis pelo CDC do distrito, que têm contato direto com o secretário de Obras Públicas, estão devidamente comunicados que o município não dispõe de recursos no momento para aquisição de mais materiais". 

Também de acordo com o comunicado, "sobre a disponibilização de máquina para retirada de entulhos, a Semop está ciente e organiza o cronograma para atender à demanda dentro de dez dias, uma vez que Alagoas não é a única comunidade a necessitar do maquinário".

Confira reportagem sobre o assunto, produzida pelo jornalismo da NTV:



Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG