Cuidado com álcool gel caseiro

Sem comprovação científica de eficácia, é perigoso e contraria legislação, dizem especialistas e CFC.  

por Ludmilla Bahia
18/03/2020 - 22h40

Patos Já - Cuidado com álcool gel caseiro

 O álcool em gel está escasso em todo o país. A propagação do coronavírus provocou uma corrida também de patenses aos estabelecimentos que comercializam o produto em Patos de Minas. Mas o método mais eficaz de higienização não é o álcool gel e sim lavar cuidadosamente as mãos com água e sabão. “Álcool em gel é para usos emergenciais. A principal recomendação para higienização é lavar as mãos com água e sabão. Esfregue bem as mãos, entre os dedos, dedão, dorso das mãos, antebraço”, orienta a coordenadora do curso de Farmácia do Unipam Sandra Soares. O processo de lavagem deve durar pelo menos 40 segundos para ter a desinfecção garantida. Qualquer tipo de sabão pode ser utilizado, em barra, detergente ou líquido, mas o último é o menos agressivo a pele.

Com a falta de álcool em gel, as soluções de substituição ao produto são oferecidas em variedade nas conversas por aplicativo e redes sociais, através de receitas caseiras. No entanto, não existe nenhuma comprovação científica de que essas receitas caseiras de álcool em gel sejam eficientes contra bactérias, fungos e vírus, como coronavírus, segundo Sandra Borges.

Além disso, traz riscos e contraria a legislação brasileira, de acordo com nota do Conselho Federal de Química (CFQ) “Quando se utiliza álcool líquido em elevadas concentrações (como orientado nas receitas para fazer álcool em gel caseiro), aumenta-se bastante o risco de acidentes que podem provocar incêndios, queimaduras de grau elevado e irritação da pele e mucosas. A venda de álcool líquido em concentrações superiores a 54 °GL está, inclusive, desautorizada pela ANVISA desde 2013”.

Já o álcool líquido na concentração permitida e encontrado em diversos estabelecimentos é eficaz para desinfecção de superfícies, objetos e limpeza de ambientes em geral. O álcool líquido pode ser substituído pelo hipoclorito de sódio a 0,1%, ou seja, água sanitária, diluída. Basta misturar 40mL de hipoclorito de sódio em 960mL de água de torneira e utilizar nos locais desejados, ensina Sandra Soares, baseado em estudo contra o coronavírus publicado na revista científica Journal of Hospital Infection.  

Em tempos de guerra contra um inimigo invisível medidas de higienização são imprescindíveis.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG