Escolas Municipais não estão prontas para retomada de aulas em junho

Aulas no Cmeis não serão retomadas

por Redação Patos Já
13/05/2021 - 19h00

Patos Já - Escolas Municipais não estão prontas para retomada de aulas em junho

Nesta última quinta-feira (13), a recém empossada secretária de educação de Patos de Minas Sônia Silveira foi convocada pela Câmara de Vereadores para ser questionada sobre a volta das aulas presenciais das escolas públicas agendada para o início do mês de junho.

No cargo há pouco mais de 30 dias, Sônia enviou um ofício às escolas sobre a volta das aulas presenciais no mês de junho, porém de acordo com a secretária, não havia nenhum protocolo sanitário sobre o retorno e agora o procedimento é preparado às pressas.

De acordo com a vereadora Elizabeth Maria Nascimento e Silva, as escolas ainda não receberam os equipamentos de proteção individual (EPI) necessários para o funcionamento pleno e seguro dos profissionais, alunos e respectivos familiares.

Segundo Sônia, os EPI’s não chegaram devido a demoras nas licitações, mas que estarão disponíveis até o fim de maio. “Alguns produtos já chegaram, como os protetores de passe. Já enviamos as máscaras e os jalecos que chegaram nesta semana”, disse.

A secretária afirma que tem percorrido as escolas do município, mas o vereador Daniel Gomes contesta que algumas escolas na zona rural, como em Posses do Chumbo, ainda não receberam fitas para marcarem a distância entre os alunos.

Outro entrave exemplificado pelos parlamentares durante a convocação é a falta de acesso à dispositivos eletrônicos e internet para a parte dos alunos que ainda irão continuar com o ensino à distância (EAD).

“Não adianta apenas levar computadores e notebooks às escolas, é preciso de uma rede que atenda todos os alunos do EAD”, disse Beth. Segundo a secretária o assunto já está sendo observado para o acesso seja providenciado.

Os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) por enquanto ainda não irão funcionar de forma presencial. “Não é coerente voltar com aulas da creche, pois a proximidade e a necessidade de pegar e ninar as crianças é essencial pelas educadoras”.

Outro ponto levantado é a falta de segurança para os professores que ainda não foram imunizados e principalmente aos que sofrem comorbidades, porém todos serão convocados para retomar as atividades presenciais.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG