Grupo patense cobra reajuste para professores

O grupo de pessoas que cobra o reajuste no salário dos professores é o mesmo que pedia o veto do projeto que prevê o aumento de mais de 25% no salário dos vereadores que já foi aprovado

por Matheus Alves
Fonte: Rafael Ribeiro - NTV
01/07/2022 - 10h10

Patos Já - Grupo patense cobra reajuste para professores

A Prefeitura de Patos de Minas enviou ao Legislativo para votação um projeto de lei que concede reajuste de 7% aos professores da educação infantil. O texto foi apresentado na reunião da Câmara Municipal do dia 09 de junho. Com uma emenda feita por um vereador que propõe para que o reajuste seja feito de forma escalonada. O grupo denominado ''Orgulho de ser Patense'' contesta o texto modificado e teme pela não aprovação do projeto que segundo eles é inconstitucional.

O projeto de lei enviado pelo executivo municipal concede reajuste de 7% aos professores da educação infantil, elevando o vencimento para R$ 2.158,97. O texto foi enviado após pressão por parte dos educadores municipais que cobram o pagamento integral do piso salarial, que somaria cerca de 33% ao atual salário da categoria. Atualmente o salário do professor da educação infantil é de R$ 2.011,35 e vantagem pecuniária.

De acordo com a prefeitura, em razão das questões orçamentárias e limitações previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal, os pagamentos devem ser feitos de forma parcelada. Na reunião da câmara do dia 09 deste mês, uma emenda foi assinada pelo vereador, João Marra, propondo a garantia para dezembro de 2022 e junho de 2023 do escalonamento a título de correção salarial do vencimento do cargo de educador infantil, equiparando-se ao piso nacional. A proposta ainda necessita de um parecer do prefeito, Luís Eduardo Falcão.

O grupo de pessoas, Orgulho de Ser Patense, que cobra o reajuste no salário dos professores é o mesmo que pedia o veto do aumento de mais de 25% no salário dos vereadores e que já foi aprovado. O grupo chegou a encaminhar denúncia para o Ministério Público pedindo a instauração de um inquérito para investigar o reajuste dos parlamentares. Agora os integrantes do grupo protestam da mesma forma, porém, em prol dos educadores.

A reportagem completa você confere a seguir:


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG