Relato de uma professora diante ao semestre transformador

por Ludmilla Bahia
05/12/2019 - 08h37

Patos Já - Relato de uma professora diante ao semestre transformador

Mais um semestre que segue o curso ligeiro para o término. E normalmente, quando o fim implacável se mostra tão diante dos nossos olhos, para uns pode representar alívio, para outros reflexão. Elejo a segunda opção pela convicção que as experiências vividas são sempre entremeadas de ensinamentos. Levo a sério o que me dedico a fazer e sigo à risca as instruções passadas. Propor e executar uma educação que transforma é alterar a ordem, vencer obstáculos, superar as inseguranças, se desafiar e crescer, o tal do ir além e ser mais. Ser mais confiante, mais preparado, mais determinado e uma série de outros mais que nos tornam pessoas melhores.

No findar de mais um semestre no Centro Universitário de Patos de Minas qualquer cansaço é afastado pelas doses animadoras do crescimento dos alunos e vê-los cada vez mais preparados e amadurecidos para um mercado ávido por profissionais de excelência. Na disciplina de “Produção e edição de TV”, do curso de Jornalismo, os alunos experimentaram as teorias e executaram as práticas com louvor. Gravamos “cabeças”, empostamos as vozes nos “off’s”, capturamos imagens e registramos o conhecimento de nossas fontes. Fizemos inúmeras críticas, rastreamos os erros e evidenciamos os acertos. Aprendemos com cada trabalho feito, rimos, esbravejamos, questionamos e juntos vencemos.

A educação transformadora se cumpriu, mas só foi possível porque docente e alunos estavam na mesma sintonia. “Fechamos este período com uma sensação de conquista incrível, pois conseguimos absorver todo o conteúdo apresentado de forma clara e sem ruídos como a comunicação pede. Cada aula foi um aprendizado diferente com temáticas que nos prendiam aguçando cada vez mais a vontade de saber como funciona a tv. Seja na construção de um texto ou na frente das câmeras perdemos o medo, pois fomos encorajados a todo instante. Fiquei encantado com as técnicas repassadas”, palavras do aluno do sexto período de jornalismo, Juliano Pires.

A aluna Paula Mota, da mesma da graduação complementa “Das disciplinas desenvolvidas neste semestre, a de Produção e Edição de TV foi a que nos permitiu experimentar o que é fazer jornalismo, na atualidade. Alinhando teoria e prática, era mais fácil compreender a realidade desse meio, tão presente e tão próximo do público, além de trabalhar mais de uma área presentes no jornalismo (escrita, imagem, edição, apresentação).”

As falhas existem, nem sempre é possível agradar à todos, somos mortais com muitos defeitos. Mas chegar até aqui e com motivos para celebrar deixa um gosto bom, um sorriso no rosto e um sentimento de gratidão restaurador. Gratidão a cada aluno, a coordenadora do curso Regina Macedo, que foi um exemplo inspirador, e ao Unipam pela oportunidade de experimentar com louvor mais esse momento.

Caminhamos para o fechamento do semestre e com apresentações de reportagens dignas de aplausos. Ficou evidente o crescimento e a doação de cada um, a professora aqui explodiu de orgulho.

“Por meio das reportagens, a comparação entre o primeiro e o último material serviu para demonstrar a evolução no próprio olhar para o que estava correto e o que estava errado. A postura diante da câmera muda, a escrita, o trabalho com as imagens. E forma de trabalhar serve de incentivo para que a reportagem seguinte seja ainda melhor, o que de fato acontecia em todos os materiais apresentados.”, acrescenta a aluna Paula.

O aluno Juliano também comenta o sentimento no quase findar do semestre “Digo que lá no início do período, começamos como telespectadores e ao final encerramos como apresentadores, repórteres, editores, cinegrafistas, enfim como JORNALISTAS. Particularmente confesso que esta disciplina me fez enxergar o jornalismo que eu não conhecia. Aprendi muito. Mas, tudo isso só foi possível porque tivemos uma professora que nos deu todo o suporte necessário. Ludmila Bahia compartilhou com todos a sua experiência nos mostrando o caminho certo para se tornar um excelente jornalista.”

Mais uma missão que se cumpre diante a um dever passado. Resta mais uma vez reverberar minha gratidão e o compromisso com a educação que transforma.


Aluno Juliano Pires na bancada virtual, como âncora, para exibição da reportagem emocionante da recuperação da égua Zoe.

Aluna Cristiane na gravação de passagem para reportagem da disciplina sobre recuperação da égua Zoe. No Centro Clínico de Veterinária do Unipam.

Alunos do sexto período de jornalismo Unipam receberam visitas de profissionais, Guy Boaventura e a ex-aluna de jornalismo do Unipam Aiandra Faria.



Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG