Em dificuldades para se manter após perder benefício assistencial cadeirante faz apelo

Há três meses o INSS interrompeu o pagamento do Benefício de Prestação Continuada

por Redação Patos Já
26/04/2021 - 09h00

Patos Já - Em dificuldades para se manter após perder benefício assistencial cadeirante faz apelo

Aos 5 anos de idade, Lorivaldo Apolinário dos Santos, teve poliomielite, ou paralisia infantil, passando a condição de cadeirante. Por pelo menos 30 anos, ele recebeu o Benefício de Prestação Continuada, que o ajudava a pagar além das contas de casa, a manutenção da cadeira elétrica.

No entanto, há quase três meses o pagamento foi interrompido pelo INSS. Desesperado, ele procurou o jornalismo da Ntv e Patos Já para fazer um apelo.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG