Familiares de detentos manifestam em busca de melhores condições de visitas ao Presídio Sebastião Satiro

Nossa equipe também conversou com um representante dos agentes, que falou sobre a situação.

por Redação Patos Já
03/09/2019 - 11h30

Patos Já -  Familiares de detentos manifestam em busca de melhores condições de visitas ao Presídio Sebastião Satiro

Como já divulgado pelo Portal Patos Já, desde o ultimo sábado (31), alguns familiares de detentos do presídio Sebastião Satiro disseram ter encontrado dificuldades nas visitas ao presídio. Mães, esposas, filhos, dezenas de pessoas tiveram que aguardar por horas em filas e alguns até afirmaram que, mesmo assim, não conseguiram entrar na unidade.

Os que conseguiram, alegaram que a visita foi mais curta do que o habitual. Além disso, muitos ainda disseram que alguns alimentos comprados não puderam ser entregues aos detentos. Esses dois acontecimentos geraram grande revolta. No inicio da noite desta segunda-feira (02), familiares se reuniram na porta do presídio para uma manifestação.

Com cartazes em mãos, os familiares dos detentos cobraram mais respeito por parte das autoridades, reivindicaram o direito a visita, e também manifestaram sobre a questão dos alimentos que não puderam ser entregues.

Conforme apurou a equipe do Portal Patos Já, durante a manifestação houve varias tentativas frustraras de falar com o diretor do presídio que não quis se pronunciar, mas em conversa com os agentes, os familiares descobriram que os transtornos foram desencadeados após uma mudança na jornada de trabalho dos profissionais.

Nesta terça-feira (03), nossa equipe de reportagem conversou com Olivar Dias, Representante do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Segundo ele, uma mudança na escala de trabalho, que era de 24h x 47h (considerada humanizada), e passou a ser 12h x 36h, após determinação do diretor Regional do Sistema Prisional da Décima Região é que deu inicio aos transtornos. A mudança foi imediata, o que impactou no trabalho dos agentes.

Mas a boa notícia, segundo Olivar, é que as visitas serão normalizadas a partir do próximo final de semana. Após determinação do secretário de justiça e segurança pública de Minas Gerais, General Mário Lucio, a escala de 24h x 72h será reimplantada.

Quanto aos alimentos, os agentes deverão continuar seguindo as normas previstas pela Secretaria de Administração Prisional (SEAP), que regulamentam as roupas adequadas e alimentos que podem ou não ser entregues aos detentos (a lista completa pode ser acessada pelo site http://www.seap.mg.gov.br/).


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG