Funcionários ameaçam paralisação e Pássaro Branco diz que pandemia e planilha desatualizada agravaram situação da empresa

por Redação Patos Já
04/05/2021 - 15h00

Patos Já - Funcionários ameaçam paralisação e Pássaro Branco diz que pandemia e planilha desatualizada agravaram situação da empresaArquivo Patos Ja.

Trabalhadores do transporte coletivo que prestam serviço para a empresa Pássaro Branco, podem deflagrar greve em Patos de Minas nos próximos dias. Eles reivindicam o pagamento de benefício que deveria ter sido realizado no mês de abril.

Segundo João Geraldo, que é presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo, a categoria reclama que o pagamento previsto para o dia 18 de abril, equivalente a 40% dos vencimentos não foi realizado. Após a última assembleia, a direção da empresa recebeu notificação para resolver o problema e tem até a próxima sexta-feira, para quitar os salários. O sindicalista disse ainda que caso isto não aconteça, uma nova assembleia será realizada para determinar quais medidas serão tomadas, não descartando dar início a paralisação.

A empresa publicou nota de esclarecimento afirmando que o setor de transporte coletivo de passageiros foi fortemente impactado pelos reflexos da pandemia, “com a perda abrupta de passageiros e de receitas”, destacou.

Em outro ponto, a empresa diz que é preciso atualizar a planilha de custos do serviço. “O último cálculo efetuado pelo Município de Patos de Minas foi em janeiro de 2018 e, nesse período, além de nunca ter sido fixada a tarifa no valor apurado pelos estudos técnicos, gerando significativa defasagem tarifária, inúmeros foram os aumentos dos custos, principalmente nos combustíveis e na mão de obra, impondo desequilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão”, justificou a empresa.

A direção da Pássaro Branco afirmou que todas essas questões já foram levadas ao conhecimento do município, Ministério Público Estadual e do sindicato que representa a categoria, mas que aguarda o avanço das tratativas para resolver a situação e garantir o pagamento pontual dos salários dos colaboradores.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG