Copasa afirma que acionará prefeitura de Patos de Minas na justiça

Município afirma que contrato celebrado com a empresa é nulo

por Redação Patos Já
06/07/2022 - 07h40

Patos Já - Copasa afirma que acionará prefeitura de Patos de Minas na justiça

A Comissão encarregada de apurar a legalidade do contrato firmado entre o município de Patos de Minas e a Copasa, constatou como nula a contratação da companhia de saneamento ao final do processo administrativo. As informações foram publicadas em edição extraordinária do Diário Oficial do Município.

Na análise da legalidade quanto a contratação da Copasa com dispensa de licitação pela prefeitura, o relatório final da comissão diz que foram violadas normas constitucionais e legais, entendendo que o contrato não se enquadra em nenhuma das hipóteses de legalidade que poderiam legitimar a não realização de processo licitatório.

Para reafirmar a ilegalidade da contratação, a comissão considerou também o que está previsto no Novo Marco Regulatório do Saneamento Básico, indicando que contratos irregulares por qualquer motivo deveriam ser extintos, sendo providenciada nova licitação. O documento ressalta, no entanto, a necessidade de que a Copasa mantenha a continuidade da prestação do serviço, que é essencial para a população, até que uma decisão definitiva ocorra, com nova licitação.

Procurada, a Copasa disse que o contrato firmado com o município de Patos de Minas é plenamente legal e válido, tendo sido elaborado de acordo com a legislação vigente à época, que permitia a contratação direta, sem licitação. 

Por sua vez, a própria lei do saneamento de nº 14.026/20, é clara ao afirmar que os contratos celebrados anteriormente a sua vigência são atos jurídicos perfeitos, devendo ser respeitados.  Ainda afirmou que adotará as medidas judiciais cabíveis.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG