Polêmica: Vereador Mauri pede CPI para investigar a Aspaa ONG

Milila Barros presidente da associação foi sabatina por vereadores

por Matheus Alves
Fonte: Gustavo Brito - NTV
23/06/2022 - 15h00

A Câmara Municipal de Patos de Minas realizou nesta quinta-feira (23/06) a segunda reunião ordinária do mês de junho, em pauta discussão e votação de projetos e também a participação na tribuna livre com a participação da presidente da Associação de Proteção Animal e Ambiental (Aspaa ONG), Neicy Milila Barros de Moraes e o secretário municipal de Obras Públicas, Paulo Henrique Fernandes Caixeta.

Na participação da presidente da Aspaa, o vereador Mauri da JL (MDB), indagou Milila Barros acerca das despesas que a associação mantém e também sobre denúncias de comerciantes que alegam perseguição de membros da entidade e de erros cometidos por profissionais da área de veterinária que aconteceram com animais de populares que procuraram a ONG.

Ao se aproximar do final da sessão da Câmara de Vereadores, Mauri da JL, foi acusado de deixar aos cuidados da entidade uma cadela bastante machucada e de não arcar com os custos de tratamento do animal.

Existia a suspeita de que a cadela havia sido estuprada em um caso de zoofilia ou teria se machucado durante um parto. O vereador se posicionou em entrevista coletiva no final da reunião, confira:

Patos Já - Polêmica: Vereador Mauri pede CPI para investigar a Aspaa ONGPresidente da Associacao de Protecao Animal e Ambiental (Aspaa ONG), Neicy Milila Barros de Moraes - Foto; Gustavo Brito

Patos Já - Polêmica: Vereador Mauri pede CPI para investigar a Aspaa ONGFoto: Gustavo Brito

Patos Já - Polêmica: Vereador Mauri pede CPI para investigar a Aspaa ONGFoto: Gustavo Brito


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG