Acusado de homicídio em clínica terapeutica é condenado a 12 anos de prisão

O réu foi condenado por homicídio duplamente qualificado, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima

por Odair Cardoso.
12/12/2018 - 18h44

Patos Já - Acusado de homicídio em clínica terapeutica é condenado a 12 anos de prisão

Foi a julgamento nesta quarta-feira (12), Carlos Rodrigues Peixoto, que é um dos acusados do assassinato de, Alexandre Felizardo das Neves. O crime aconteceu em julho de 2017, em uma clínica terapeutica para dependentes químicos localizada em Patos de Minas.

Segundo o que a Polícia Civil apurou na época, os acusados, Carlos Rodrigues e Diogo da Silva Dantas, eram internos na clínica que fica na BR 365, juntamente com Alexandre Felizardo. Eles disseram que cometeram o homicídio, por terem sido agredidos pela vítima, durante um surto psicótico. Devido ao seu estado, o homem de 27 anos precisou ser medicado e imobilizado. Os dois então teriam se aproveitado da situação para se vingar, estragulando Alexandre.

Carlos Rodrigues Peixoto, de 19 anos foi condenado a 12 anos de prisão, em regime fechado, por homicídio duplamente qualificado, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG