Homem é preso por injúria racial no dia da Consciência Negra

Ele teria desacatado uma funcionária pública

por Redação Patos Já
20/11/2019 - 15h00

Patos Já - Homem é preso por injúria racial no dia da Consciência Negra

Um homem de 55 anos foi preso nesta quarta-feira (20) por pertubação de sossego e injúria racial. O que chama atenção é que o fato aconteceu no dia em que se celebra o Dia Nacional da Consciência Negra.

A data, criada em 2003, é dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira e foi escolhida por coincidir com o dia atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. Ele foi um dos maiores líderes negros do Brasil que lutou pela libertação do povo contra o sistema escravista.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada pela vítima, de 23 anos, que é servidora pública. À polícia, a jovem relatou que por volta das 11h30 o suspeito, identificado como Luiz Antônio Justino, foi até a Farmácia Municipal, na Praça Desembargador Frederico, no centro da cidade, e que com sintomas de embriaguez, passou a importunar pessoas que aguardavam atendimento.

O homem ainda teria puxado a mão de uma das funcionários do local. Nesse momento, os servidores pediram que ele aguardasse. Ele então se levantou para sair do local e nesse momento teria dito “É por isso que o Brasil está cheio de racismo. Preto não é gente, preto não presta”.

Durante rastreamentos, Luiz Antônio foi localizado próximo a farmácia e após a prisão, foi conduzido à delegacia. Ele deve responder por injúria racial e pertubação de sossego.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG