Perseguição vira ocorrência de tentativa de homicídio contra policiais em Patos de Minas

A tentativa de abordagem ao veículo teve início nas proximidades da Orla da Lagoa Grande e só terminou na Avenida Marabá

por Aiandra Faria
20/09/2021 - 14h40

Patos Já - Perseguição vira ocorrência de tentativa de homicídio contra policiais em Patos de MinasFotos - Toninho Cury

A Polícia Militar prendeu no fim da noite deste domingo (19) um homem de 32 anos, uma mulher de 20 anos e apreendeu um adolescente de 17 anos. O fato aconteceu após a Polícia Militar receber denúncia de que um veículo Corolla, de cor preta, estaria praticando direção perigosa nas imediações do bairro Jardim Paulistano e que o condutor teria proferido ameaças em uma boate do bairro contra algumas pessoas que estavam no interior do estabelecimento. Isso teria acontecido no início da noite.

Uma viatura da Polícia Militar foi até o local, mas não encontrou mais nenhum dos envolvidos ali. Mais tarde, novas informações chegaram à Polícia Militar dando conta que um veículo Corolla, provavelmente o mesmo veículo denunciado anteriormente, estaria praticando direção perigosa nas imediações da Rua Prefeito Camundinho. 

No cruzamento da Rua Ceará com Rua Vereador João Pacheco os militares se depararam com o veículo. A viatura realizou aproximação e pediu para que os ocupantes descessem do veículo, mas, o condutor do carro acelerou e fugiu em alta velocidade do local. Nesse momento foi iniciada perseguição. 

O Corolla seguiu por diversas ruas em alta velocidade, desrespeitando as regras de trânsito. O veículo continuou sua fuga pela Av. Fátima Porto e seguiu em alta velocidade sentido ao Bairro Jardim Esperança, sendo acompanhado.

Nesse instante uma viatura  posicionou-se pouco antes da rotatória existente no cruzamento da Av. Fátima porto com Rua Artur Magalhães. Os militares fizeram cerco no local atravessando a viatura na via de forma ostensiva, com o sistema de luzes acionado. Os militares desembarcaram da viatura e instantes depois surgiu o Corolla em fuga em alta velocidade. O condutor visualizou a viatura e começou a diminuir a velocidade, mas, quando chegou a alguns metros dos militares, o condutor acelerou o seu veículo, passou a poucos centímetros dos militares, na tentativa de atropelá-los. Assim que perceberam que poderiam ser atropelados, cada um dos três militares efetuou um disparo de arma de fogo, ambos de pistolas calibre .40.

Assim que o veículo ultrapassou o bloqueio e seguiu a sua fuga, surgiram as demais viaturas que continuaram o acompanhamento. A primeira viatura que vinha logo atrás do veículo Corolla, conseguiu se aproximar do veículo em fuga e sinalizou para que o condutor parasse, sendo desobedecidos. Os militares decidiram utilizar suas armas de fogo para fazer o veículo parar.

Assim, a equipe efetuou disparos à retaguarda do veículo que seguiu toda a extensão da Av. das Paineiras. O Corolla seguiu sua fuga e acessou a Av. Marabá, onde foi abordado alguns metros à frente, depois de ter os pneus dianteiro e traseiro do lado direito atingidos por disparos de arma de fogo.

Assim que o veículo foi obrigado a parar, os militares deram ordens para que os passageiros desembarcassem, mas os ocupantes desobedeceram. Foi necessário o uso de técnicas de defesa pessoal, para contenção, imobilização e prisão dos três envolvidos. 

Foi identificado o condutor do Corolla se tratava de um  homem de 32 anos, sendo os passageiros um menor de 17 e uma mulher de 20, os quais afirmaram que pediram várias vezes para que o condutor parasse seu veículo, mas que ele não os ouviu.

O condutor não soube explicar o motivo de sua fuga, levando os militares a formarem opinião e que ele possa ter dispensado algum material ilícito durante sua fuga. O condutor ainda apresentava visíveis sintoma de embriaguez, confessando que havia feito uso de bebida alcoólica. Foi disponibilizado o etilômetro para realização do teste, mas ele apenas simulava que soprava, debochando do trabalho policial.

A perícia foi acionada, mas, a PM recebeu a informação de que o perito estava em outra atividade do serviço, no município de Carmo do Paranaíba, e por este motivo, realizaria a perícia no veículo em data posterior.

O veículo foi removido ao pátio credenciado pelo Detran. Foram lavrados os respectivos autos de infração de trânsito. Ao serem realizadas buscas no interior do veículo, foram localizadas duas latas de cerveja, sendo destas uma cheia, e uma com quantidade parcial do líquido, e ainda uma garrafa de bacardi, a qual estava com aproximadamente a metade de seu conteúdo. Além disso, foram encontrados no bolso da bermuda do autor, três papelotes de cocaína.

  • Perseguição vira ocorrência de tentativa de homicídio contra policiais em Patos de Minas

Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG