Polícia Civil investiga crime eleitoral de compra de votos por ex-prefeito

Pelo menos 6 pessoas foram indiciadas durante as investigações

por Redação Patos Já
22/10/2020 - 18h00

Patos Já - Polícia Civil investiga crime eleitoral de compra de votos por ex-prefeito

A Polícia Civil em Carmo do Paranaíba, divulgou nesta quinta-feira (22), ter concluído no final do mês passado um inquérito que apurou um caso de compra e venda de votos em 2012. No entanto, a denúncia da fraude eleitoral foi feita este ano. Segundo a investigação, um candidato a prefeito da cidade de Arapuá, teria ido até Carmo do Paranaíba, na véspera das eleições para comprar os votos de 5 eleitores.

Segundo a polícia, os pagamentos foram feitos em dinheiro, entre R$ 50,00 e R$ 100,00 por cada eleitor, além de promessas de construção de casa e emprego aos familiares dos envolvidos. Durante as apurações, foram levantadas informações de que o então candidato teria doado dinheiro para pagar passagens de ônibus no deslocamento de Carmo do Paranaíba até Arapuá. Além disso, o candidato investigado teria custeado combustível para abastecimento de veículo de eleitores.

O nome do então candidato a prefeito, que na época conseguiu se eleger, não foi divulgado pela polícia. Mas de acordo com os dados do TSE, em 2012 foi eleito para comandar a prefeitura de Arapuá, Vilson Gontijo de Oliveira (PSDB), com 1.447 votos. A Polícia Civil fez o indiciamento do político e dos 5 eleitores que concordaram com as promessas em troca de seus votos, indicando portanto, ter ocorrido crime eleitoral. O inquérito foi encaminhado para a justiça.



Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG