Diversos pontos de esgoto não tratados são jogados na natureza, afirma depoente em CPI da COPASA

A CPI da COPASA ouviu o ambientalista Ivanildo Alves Zica.

por Caio Machado
23/06/2021 - 18h12

Patos Já - Diversos pontos de esgoto não tratados são jogados na natureza, afirma depoente em CPI da COPASAIvanildo Alves Zica / Imagem: Gustavo Brito

Na tarde desta quarta-feira (23), a segunda oitiva da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga irregularidades nos serviços prestados pela COPASA em Patos de Minas, contou com o depoimento do ambientalista Ivanildo Alves Zica.

Secretário do Conselho Municipal de Defesa e Conservação do Meio Ambiente de Patos de Minas (CODEMA) e Presidente do Conselho Integrado do Meio Ambiente (CIMA), Ivanildo foi convocado para testemunhar por ter sido citado na denúncia de Wilson José da Silva que deu origem à CPI Nº 01/2021.

Esperançoso de que a CPI culmine no término da celeuma envolvendo o tratamento de água da COPASA em Patos de Minas, Ivanildo afirmou durante a oitiva que cerca de 15 a 20 pontos de esgoto que não estão sendo tratados estariam sendo jogados na natureza.

“A COPASA desconta 64 reais na cobrança do tratamento de esgoto, referente aos 26 milhões cobrados indevidamente dos clientes, porém continuará cobrando 100% a taxa e teremos que engolir isso goela abaixo, como foi dito pelo presidente da Copasa ontem, em alto e bom som”, disse Zica.

O relator José Eustáquio Faria Júnior relata que a CPI trabalha para investigar o contrato firmado com a COPASA. “A nossa vontade não é a de que a COPASA vá embora e sim que ela cumpra o contrato pactuado e faça o tratamento de esgoto dentro dos padrões exigidos, cobrando um valor justo”.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG