Vereador Vitor Porto é denunciado por suposta promessa de cargo não cumprida a educador físico

Segundo Hudson Wiris, Vitor Porto havia lhe prometido a direção da Praça CEU, cargo que ocupava antes de se eleger vereador.

por Caio Machado
26/11/2021 - 15h30

Patos Já - Vereador Vitor Porto é denunciado por suposta promessa de cargo não cumprida a educador físicoHudson Wiris, educador fsico

Nesta sexta-feira (26), o educador físico Hudson Wiris prestou uma denúncia em desfavor do vereador Vitor Porto (Cidadania) devido à uma suposta promessa de cargo na diretoria da Praça CEU que não foi cumprida.

Segundo Hudson, ele criou vínculos com o vereador Vitor Porto na Praça CEU quando deu início a um projeto social no local, que na ocasião era dirigido pelo parlamentar.

Enquanto realizava o projeto no local, Wiris afirmou que Vitor contou que o sonho dele era se tornar deputado estadual e Wudson respondeu que o dele era trabalhar na área da educação física.

Vitor então teria proposto que ele o ajudasse a se eleger como deputado para que ele ocupasse algum cargo da área, em troca. Então em 2017, ajudou Porto na candidatura a deputado estadual que não foi vencida.

Nas eleições muncipais, Hudson ajudou Vitor Porto a se eleger como vereador pela promessa de que ocuparia a direção da Praça CEU, quando ele assumisse o cargo na Câmara Municipal.

Vitor Porto foi eleito com 1.076 votos, mas ao assumir, não conseguiu de imediato que a direção fosse transferida para Hudson, pois a nomeação cabia ao executivo municipal e não ao legislativo.

O parlamentar pediu para que ele confiasse nele, e que caso não desse certo, ele seria contratado para trabalhar particularmente para Vitor pela quantia de R$2.000,00. O que Hudson teria aceitado.

Wiris porém alega ter se deparado com o vereador Willian de Campos (Patriota), mostrando a Praça CEU para uma cunhada, o que fez com que Vitor solicitasse uma reunião junto ao prefeito Luís Eduardo Falcão (Podemos).

Durante a reunião, os dois teriam indagado ao chefe do executivo o motivo de Wiris não ter assumido a direção da Praça CEU, o que Falcão teria respondido que “precisava ganhar a eleição a qualquer custo”.

Vitor Porto então teria dito que o cargo deveria ser de Hudson, pois ele já conhecia o projeto muito bem, o que fez com que Falcão solicitasse os documentos do educador físico para análise.

Enquanto separava os documentos, Wiris tomou conhecimento que alguém já havia sido nomeado para a direção da Praça CEU e ele novamente foi procurar pelo prefeito Luis Eduardo Falcão.

O prefeito teria lhe dito que seu nome estaria entre os finalistas de uma lista de espera para ocupação de outros cargos públicos. Wiris então disse que era capacitado e que aceitaria qualquer proposta.

Meses se passaram e Wiris nunca chegou a ocupar nenhum cargo, entretanto ele mostrou comprovantes de depósitos de quantias diversas recebidas de Vitor Porto, entre os meses de março a maio de 2021.

Após a cassação do vereador Lásaro Borges, o então diretor de esportes Professor Delei ocupo um assento na câmara municipal vacando a pasta, que teria sido prometida a Wiris por Vitor Porto.

No entanto, mais uma vez o educador físico não empossou o cargo, o que teria motivado a denúncia contra o vereador, que será protocolada junto à Câmara Municipal e ao Ministério Público nos próximos dias.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG