Prefeito decreta situação de emergência em Patos de Minas

Volume de chuvas faz rio transbordar e água já se aproxima das primeiras residências

por Paula Mota
08/01/2022 - 16h00

Patos Já - Prefeito decreta situação de emergência em Patos de Minas

Com o volume de chuvas dos últimos dias e o avanço do Rio Paranaíba pelos bairros próximos, o prefeito de Patos de Minas decretou situação de emergência para o município.

No bairro São José Operário, o nível do Rio atingiu os primeiros metros, mas ainda não chegou às residências próximas. No Santa Terezinha, também já é possível perceber a água que transbordou do rio avançar pelas imediações. No bairro Santa Luzia, as árvores já estão parcialmente submersas. Assim como o bairro Vila Rosa, igualmente afetado pelo volume de chuvas e do rio transbordado.

Pela manhã deste sábado, na primeira medição, o nível do Rio estava em 9.08 metros, à tarde, foi verificada medição de 9.16, cerca de 8 centímetros a mais. Por ora, o avanço do rio está lento, entretanto, o monitoramento foi intensificados para acompanhar ritmo que a água está subindo, para socorrer as familias no momento preciso. 

Até o momento, nenhuma residência foi atingida, mas a Defesa Civil tem monitorado esses pontos constantemente e já orientou as famílias a guardarem seus pertences, protegerem seus imóveis e ficar em alerta, caso precisem se retirar.

O prefeito, Luís Eduardo Falcão, já decretou neste sábado situação de emergência. As estradas rurais foram amplamente afetadas e equipes foram orientadas a socorrer moradores ilhados, caso precisem de auxílio. O período de chuvas deste ano atingiu um nível de intensidade e risco comparado a 2008. Ultrapassados os 9 metros, as ações são voltadas a essa situação de emergência e a orientação é atenção no meio urbano e evitar deslocamentos no meio rural.

Sobre as ações para auxiliar famílias desabrigadas, a prefeitura e defesa Civil já informaram que a quadra do Cristavo e da escola Frei Leopoldo estão avisadas e orientadas a receber essas pessoas. O cristavo deverá comportar até dez famílias e a escola, comportará até 12 familiares. Caso necessite, novos espaços serão avaliados para auxiliar nessa demanda.

Outra orientação da Defesa Civil é para as famílias que residem próximo à áreas de deslizamentos. Observados os riscos, a recomendação é acionar a defesa Civil, via 199, ou o Corpo de Bombeiros, via 193, para que sejam tomadas providências.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG