Presidente Sind-UTE Patos de Minas critica retomada de aulas presenciais e atraso no término do ano letivo

por Redação Patos Já
02/10/2020 - 08h50

Patos Já - Presidente Sind-UTE Patos de Minas critica retomada de aulas presenciais e atraso no término do ano letivo

Foram apresentadas pelo governo de Minas nessa quinta-feira (1/10), as estratégias de retomada das atividades presenciais nas escolas da rede pública do estado, no contexto da pandemia da covid-19. Mas o protocolo com as medidas de reinício dos trabalhos não agrada a todos. O presidente do Sind-UTE Patos de Minas, Ricardo Barreto, disse discordar do retorno das aulas presenciais e criticou o atraso no termino do ano letivo, marcado para 2021.

Ficou determinado que os profissionais da educação irão retornar no dia 5 de outubro para organizar as escolas e seguir o checklist do protocolo sanitário. Agora o distanciamento proposto entre os estudantes deve ser de 1,5 metro, as salas devem estar arejadas, assim como outras medidas devem ser verificadas como disponibilização de álcool em gel.

O governo decidiu que apenas estudantes do ensino médio poderão voltar às aulas presenciais em 19 de outubro. Para a retomada das atividades, a macrorregião deve estar na onda verde do Minas Consciente e ser autorizada pelas prefeituras, o que não é o caso de Patos de Minas, que permanece na onda amarela.

Mas segundo Ricardo Barreto, algumas entidades ligadas a educação não foram ouvidas no processo de retomada das aulas. De acordo com ele, o risco é grande para estudantes, familiares e profissionais que trabalham nas escolas.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG