Representantes de municípios se reúnem para alinhar pontos de implantação do SAMU Regional

Projeto de ampliação pretende atender 33 cidades da região

por Redação Patos Já
31/01/2020 - 17h00

Patos Já - Representantes de municípios se reúnem para alinhar pontos de implantação do SAMU Regional

Membros do Consórcio Intermunicipal da Rede de Saúde de Urgência e Emergência da Região Ampliada do Noroeste, CISREUNO, se reuniram nesta sexta-feira (31), em Patos de Minas. O encontro contou com a presença de prefeitos e secretários dos 33 municípios que compõem o CISREUNO e teve como pauta principal o alinhamento de alguns pontos do projeto de implantação do SAMU Regional.  

A demanda pelos atendimentos de urgência e emergência prestados pelo Samu é uma solicitação antiga do grupo. Dos 33 municípios da região, apenas Patos de Minas conta com uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência.

As primeiras discussões para elaboração do projeto de ampliação foram iniciadas em 2012. De acordo com a proposta, o Samu Regional atenderia os 33 municípios, que contariam com 33 unidades Básicas- com um condutor e um técnico em enfermagem em cada cidade- e cinco unidades avançadas nas cidades de Patos de Minas (2), Paracatu (1), Unai (1) e São Gotardo (1) – cada uma com um condutor, um enfermeiro e um médico.

Além disso, de acordo com o projeto, a central que atenderia as ligações feitas para o 192 e coordenação das unidades básicas e avançadas dos municípios seria na capital do Milho. Segundo o médico e coordenador geral do SAMU, Dr Alexander Gonçalves, isso não trará prejuízos para Patos de Minas.

Outro ponto abordado pelo médico é sobre a contratação de novos profissionais. Atualmente, a unidade do SAMU de Patos de Minas conta com cerca de 50 socorristas. Se o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência for implantado nas demais cidades, aproximadamente 400 novos profissionais deverão ser contratados através de concurso público.

O projeto, que deve custar cerca de R$ 7,5 milhões em um primeiro momento, foi entregue aos representantes do Estado de Minas Gerias, que agora deverão analisar sua viabilidade.Caso seja aprovado, a expectativa é que o SAMU Regional comece a funcionar dentro de um ano.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG