Hospital São Lucas enfrenta falta de materiais básicos para tratar paciente com suspeita de coronavírus

É estável quadro de bebê internado com suspeita de coronavírus no HSL.

por Redação Patos Já
27/03/2020 - 22h26

Patos Já - Hospital São Lucas enfrenta falta de materiais básicos para tratar paciente com suspeita de coronavírus

O exame para comprovar que o bebê de quase 2 meses, internado no Hospital São Lucas (HSL), tem ou não o coronavírus, deve ficar pronto na próxima semana. Com sintomas da COVID-19, a criança veio entubada em UTI móvel de Unaí, noroeste de Minas Gerais, à Patos de Minas, na madrugada desta sexta-feira (27).

Como o Hospital São Lucas não tinha o aparato mínimo para admitir o bebê houve resistência e a polícia militar precisou intervir para que ele fosse internado. De acordo com Rafael Rodrigues, um dos administradores do HSL, não havia materiais de segurança necessários, para receber a criança com suspeita de COVID-19, mas ela foi admitida e colocada isolada em CTI pediátrico.

O administrador do HSL afirma que a situação da unidade é delicada. Não há álcool gel, ou equipamentos básicos, como máscaras e avental. Tanto é que o Ministério Público pediu que a prefeitura de Patos de Minas assuma a administração do Hospital em cinco dias. O estado de saúde do bebê no momento é está estável. Segundo a mãe, a criança teve contato com pessoas que viajaram para outros países e também esteve em um hospital em Brasília para o tratamento de um problema renal. A mãe que acompanha a criança fez o teste para coronavírus e o resultado foi negativo.

  • Hospital São Lucas enfrenta falta de materiais básicos para tratar paciente com suspeita de coronavírus
  • Hospital São Lucas enfrenta falta de materiais básicos para tratar paciente com suspeita de coronavírus

Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG