Interessados em permanecerem em Patos de Minas, médicos cubanos reúnem-se na Prefeitura

Os médicos compareceram à Prefeitura para saber como fica a situação deles depois da saída de Cuba do programa

por Débora Araújo / Ascom Prefeitura Municipal
21/11/2018 - 09h00

Patos Já - Interessados em permanecerem em Patos de Minas, médicos cubanos reúnem-se na Prefeitura

Três dos quatro médicos cubanos que trabalham em Patos de Minas pelo Programa Mais Médicos participaram de uma reunião com o prefeito José Eustáquio Rodrigues Alves. Eles compareceram à Prefeitura para saber como fica a situação deles depois da saída de Cuba do programa. 

De acordo com o Prefeito, ainda não há nenhuma orientação oficial do Ministério da Saúde em relação aos médicos cubanos e que eles deveriam continuar em seus postos de saúde, prestando os serviços de saúde à população. 

O médico Osiris Herrera Lopes atua desde março de 2014 na Unidade de Saúde do Bairro Jardim Paulistano. Já a médica Kátia Clara Cintra Tornes faz parte da Equipe do PSF 22 que atende distritos como Areado, Bomsucesso e Major Porto e comunidades como Ranchinho, Vertentes, Firmes, cabeceira do Areado, Cabeceira do Chumbo, Moreiras, horizonte Alegre, Santa maria. Ela também chegou em 2014. O médico cubano Alfonso Leonardo Reys atua no posto de saúde o bairro Jardim Esperança também chegou a Patos na mesma época que os outros dois.

Eles conversaram com o Prefeito a respeito de sua permanência no programa, uma vez que os três constituíram família no Brasil. Apesar de não estar presente, a médica Ismaray Fuentes, que chegou ao Brasil em 2017 e atua na Unidade do Bairro Sebastião Amorim, foi representada pelos colegas.

De acordo com o Prefeito, como o Programa Mais Médicos é federal, precisa haver uma definição do Ministério da Saúde sobre como ficarão os casos daqueles médicos que já têm família no país. Ele também aguarda o posicionamento quanto a questão do exame revalida, prova que certifica os médicos estrangeiros e dá direito a eles de atuarem no Brasil de forma legal. “Lamentamos essa situação e esperamos que seja feito o melhor para todos, para que não só os médicos cubanos, mas os pacientes atendidos por eles não fiquem prejudicados”, ressaltou o prefeito.

O Ministério da Saúde publicou, nesta terça-feira (20), o Edital nº 18, de 19 de Novembro de 2018 - Adesão de Médicos ao Programa de Provisão de Médicos do Ministério da Saúde - Projeto Mais Médicos para o Brasil. No documento, as quatro vagas que eram ocupadas pelos médicos cubanos em Patos de Minas constam para preenchimento.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG