Sem ter para onde ir, homem que ocupou terreno ao lado da avenida Fátima Porto teme ser obrigado a sair do local

A prefeitura afirmou que uma equipe do CREAS tem orientado e feito o acompanhamento da saúde do morador

por Redação Patos Já
26/03/2021 - 15h00

Patos Já - Sem ter para onde ir, homem que ocupou terreno ao lado da avenida Fátima Porto teme ser obrigado a sair do local

Nós já noticiamos aqui, a história do Cassio Marques da Silva, que após descobrir ter sido infectado pela Aids, decidiu sair de casa e ir morar na rua. Ele construiu um barraco às margens da avenida Fátima Porto em Patos de Minas. Mas a prefeitura o notificou para que ele deixe o local, onde continua morando.

Por meio de nota, a prefeitura informou que a situação do Cássio é acompanhada pela equipe do CREAS e que no fim do mês passado, uma equipe fez visita in loco para averiguar as condições em que tem vivido. "Ele foi orientado sobre a possibilidade de requerer o benefício assistencial, e providências para regularizar a situação no Cadastro Único estão sendo tomadas para que o auxílio possa ser viabilizado, além de acompanhamento de saúde, alimentar e habitacional. Também foi feito encaminhamento para a saúde com o objetivo de que ele receba acompanhamento médico", diz o texto.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG