Termina prazo dado pelo MP e prefeito diz que aguarda decisão da justiça

Os comerciantes trabalham na incerteza e não sabem se devem abrir ou não nos próximos dias

por Redação Patos Já
05/09/2020 - 18h00

Patos Já - Termina prazo dado pelo MP e prefeito diz que aguarda decisão da justiça

Venceu na tarde deste sábado (5) o prazo dado pelo Ministério Público para que o prefeito de Patos de Minas realizasse a publicação de um decreto municipal, se ajustando a Onda Vermelha, do plano Minas Consciente, que permite apenas a abertura do comércio considerado essencial.

Na última quinta-feira (3), o prefeito José Eustáquio Rodrigues Alves informou que solicitou ao comitê gestor de enfrentamento da Covid-19, no Estado de Minas Gerais, uma revisão da regressão de onda mais restrita. O prefeito ainda afirmou que entraria com mandado de segurança para que o município permanecesse na Onda Amarela.

A situação provoca incerteza e preocupação aos comerciantes, que aguardam um desfecho para o impasse.


Na tarde de hoje nós entramos em contato com o prefeito José Eustáquio, que disse esperar pelo posicionamento da Justiça. Ou seja, a intenção é descumprir o plano Minas Consciente, permanecendo na Onda Amarela, mas com respaldo legal, por meio de uma possível decisão liminar.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG