Dnit retira radares da BR-365 em Patos de Minas

11 radares serão retirados na região

por Redação Patos Já
04/09/2019 - 19h15

Patos Já - Dnit retira radares da BR-365 em Patos de Minas

Onze radares fixos na BR-365, que passa por Patos de Minas, estão sendo retirados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit). A determinação é do Governo Federal após o fim do contrato nacional com a empresa responsável pela instalação e manutenção dos equipamentos nas rodovias. A desativação acontece também em outras cidades.

De acordo com o Dnit, não é possível precisar a quantidade de equipamentos que foram desativados, mas novos radares serão instalados. Conforme o comunicado, um acordo judicial firmado em julho deste ano entre o Ministério da Infraestrutura, o Dnit e Ministério Público Federal permitiu redução do quantitativo de radares, contemplando a instalação de equipamentos nos pontos mais sensíveis.

Os radares têm o objetivo de evitar acidentes nas rodovias, mas, com a desativação, autoridades temem que o número de mortos nas estradas aumente. Com a possibilidade da reinstalação, a expectativa agora é em relação ao números de radares que serão fixados nas rodovias da região e em quais pontos. Isso porque, o equipamento contribui sim para a redução de acidentes, mas, é importante estar atento se ele está no trecho necessário.

Em 2017, por exemplo, a Polícia Rodoviária Federal de Patos de Minas encaminhou um pedido de cooperação ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. De acordo com o documento, enviado pelo então chefe da 11ª delegacia da PRF, Inspetor Alfredo Calixto Batista Terceiro, ao chefe de Serviço do DNIT de Patos de Minas, na época Antônio Péricles Ferreira Lobo, os radares fixos instalados ao longo da BR 365, em setembro 2015, contribuíram para a redução dos acidentes na região, porém, o radar no Km 371, local conhecido como Curva dos Moreiras, poderia ser melhor utilizado.

O documento afirmou que motoristas têm o péssimo hábito de não confiarem na sinalização da rodovia e então freiam bruscamente próximo a curva, o que motiva a maioria dos acidentes. A sugestão da PRF, encaminhada ao DNIT, era que o radar fosse deslocado 400 metros sentido Patos de Minas.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG