Unipam comunica afastamento de professor investigado por manter mulher em condições análogas a escravidão

por Redação Patos Já
21/12/2020 - 11h00

Patos Já - Unipam comunica afastamento de professor investigado por manter mulher em condições análogas a escravidão

Na manhã desta segunda-feira (21), a Fepam e o Unipam publicaram comunicado informando o afastamento do professor, Dalton Cesar Milagres Rigueira, investigado pelo Ministério Público do Trabalho, por manter, Madalena Gordiano, de 46 anos, em condições análogas à escravidão, conforme informado em reportagem apresentada pelo programa, Fantástico, da rede Globo nesse domingo.

Em entrevista a nossa reportagem, o reitor do Unipam, professor Milton Roberto de Castro Teixeira, disse que ter tomado conhecimento do caso por meio da imprensa, mas que medidas legais e cabíveis já estão sendo realizadas. O reitor ainda destacou que todos estão consternados com o que aconteceu, e o desenrolar do processo será acompanhado pela instituição.

Confira na íntegra a nota publicada.

“Nós da Fepam e Unipam tomamos conhecimento de uma notícia envolvendo caso análogo à escravidão, envolvendo um docente da instituição, somente, ontem, pela mídia, e informamos a todos que não comungamos com os atos ali relatados.

A Fepam e o Unipam sempre irão prezar em cumprir a sua missão, que é transformar pessoas e sociedade por meio da excelência na educação. Tranquilizamos a todos: corpo discente, docentes e funcionários, bem como a comunidade em geral, de que todas as medidas cabíveis e legais já estão sendo tomadas. Ademais, informamos que o referido docente já se encontra afastado de suas atividades, na instituição”.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG