Vereadores rejeitam veto por dez votos a cinco e mantém recomposição salarial

A votação ocorreu em reunião extraordinária na manhã desta terça-feira (10).

por Caio Machado
10/05/2022 - 11h35

Patos Já - Vereadores rejeitam veto por dez votos a cinco e mantém recomposição salarial

Em reunião extraordinária realizada na manhã desta terça-feira (10), os vereadores da Câmara Municipal rejeitaram por dez votos a cinco, o veto realizado pelo Prefeito Luís Eduardo Falcão (Podemos) contra a recomposição salarial de 25,23%.

Votaram contra o veto, os vereadores Bartolomeu Ferreira (DEM); Mauri da JL (MDB); Vicente de Paula (DEM); Professora Beth (DEM); Gladston Enfermeiro (Podemos); Itamar André (Patriota); João Marra (Patriota); Cabo Batista (Cidadania); Carlito (DEM) e Nivaldo Tavares (PSD).

Já os parlamentares Professor Daniel Gomes (PDT); José Luiz Borges Júnior (Podemos); Vitor Porto (Cidadania); Professor Delei (PSD) e Willian de Campos (Podemos) votaram a favor do veto. O vereador José Eustáquio de Faria Júnior (Podemos) não compareceu.

Manifestantes ao reajuste dos vereadores, que fazem parte do grupo “Orgulho de ser patenses” compareceram ao plenário portando cartazes. Durante a votação, os mesmos protestaram contra a fala de vereadores que votaram pela derrubada do veto.

Mesmo votando contra o veto do prefeito, os vereadores Cabo Batista e Professora Beth se comprometeram a manter os vencimentos sem o reajuste até o final do ano, visto que a resolução nº 318/2022, aprovada em março, permite com que os parlamentares escolham o próprio salário.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG