Vigilância em saúde considera teste rápido para confirmar segunda morte por Covid em Patos de Minas, mesmo com PCR negativo

por Ludmilla Bahia
11/06/2020 - 10h00

Patos Já - Vigilância em saúde considera teste rápido para confirmar segunda morte por Covid em Patos de Minas, mesmo com PCR negativo

Patos de Minas registrou a segunda morte por covid-19 e recorde de novos infectados para um dia: 12. Ao todo 142 duas confirmações no município.

A curva mostra a evolução de novos casos da covid em Patos de Minas. A crescente de infectados acendeu o sinal vermelho. A taxa de ocupação de leitos de UTI no município, que é referência em saúde para outras 32 cidades da macrorregião noroeste, destinados a pacientes com o vírus, está no limite:90%. Só de Patos de Minas são 8 pessoas internadas, 4 na unidade de tratamento intensivo.

No boletim epidemiológico da secretaria municipal de saúde de Patos de Minas, a segunda morte por Covid-19 foi de uma idosa, que já tinha problemas de saúde e estava internada em hospital particular. O óbito foi registrado no último sábado. A idosa de 89 anos fez um teste rápido que deu positivo, depois fez o exame PCR que deu negativo para coronavírus, segundo o hospital e familiares. Mas foi considerado pela Vigilância em Saúde, o teste rápido para atribuir a causa da morte da idosa para a Covid-19.

Fontes do hospital particular onde a paciente faleceu e da Secretaria Municipal de Saúde informaram que devem ser reunir com a Secretaria de Estado de Saúde para saber como deve ser tratada a classificação da morte, diante das duas testagens.

A família enviou uma nota para o nosso jornalismo que diz o seguinte:

“Minha mãe, falecida no último sábado em hospital particular, tinha noventa anos, era cardiopata, portava aparelho sincronizador cardíaco e tinha um agendamento de internação para quinta feira, dia quatro de junho a fim de se preparar para uma intervenção cardíaca no sábado dia seis. Já debilitada sua situação se agravou sendo a mesma levada ao hospital onde permaneceu internada”, relembrou.

O texto segue dizendo que, “acometida com falta de ar e cansaço foi realizado teste rápido para corona com o seguinte resultado: negativo para IGG e positivo para IGM . Diante disso foi coletado material no nariz para o exame PCR, padrão ouro para o diagnóstico. Antes que fosse conhecido o resultado ela veio a óbito no dia seis as cinco e quarenta, tendo sido atestado que a causa mortis seria por covid e consequentemente o registro de óbito foi feito nestes termos. No dia oito, segunda feira, recebemos o resultado do PCR que testou negativado. Assim sendo esperamos ter esclarecido as dúvidas existentes e contribuído para tranquilizar a população de Patos, finalizou“



Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG