Diretor de fábrica de alimentos de Patos de Minas é preso durante fiscalização

O motivo seria o descumprimento de normas de segurança e de prevenção contra o novo coronavírus

por Paula Mota
23/03/2020 - 16h00

Patos Já - Diretor de fábrica de alimentos de Patos de Minas é preso durante fiscalização

A Policia Militar recebeu, nesta segunda-feira (23), uma denúncia anônima de que a empresa de alimentos, Minas Mais, em Patos de Minas estaria descumprindo as normas de segurança e prevenção ao Coronavírus. Os militares foram até o local, junto à vigilância sanitária, até a empresa parar verificar a situação.

No estabelecimento, segundo a Polícia Militar, foi verificado que haviam 959 funcionários, divididos em três turnos, o que, aparentemente, caracteriza descumprimento e desobediência da Lei 2.848. Esta é uma empresa que recebe caminhões de todo o país, logo, não há como monitorar casos de coronavírus. Por isso a importância de se cumprir as normas de prevenção, o que, supostamente, a empresa não estava fazendo.

Ainda segundo a PM, havia muita aglomeração de pessoas, dentro e fora da empresa, sem regras nem medidas de segurança, como no local de ponto, nos vestiários e nas dependências da empresa, principalmente nas trocas de turno.

O diretor administrativo da empresa foi preso por desobediência, de acordo com os artigos 268 – sobre infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa –  e 330 – sobre Desobedecer a ordem legal de funcionário público – da Lei nº 2.848.

A Polícia Militar e a Vigilância Sanitária devem voltar em alguns dias, para verificar se as normas estão sendo cumpridas.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG