Mulher detida por agredir militar acusa Polícia de racismo e agressão

A jovem admite desacato, mas alega que apenas revidou insultos

por Paula Mota
Fonte: Ana Paula Oliveira - Fotos: Daniel Lima
03/05/2017 - 12h29

Patos Já - Mulher detida por agredir militar acusa Polícia de racismo e agressão

A dona de casa Jordana do Rosário Silva Oliveira, de 21 anos, a mulher, que foi detida, na Delegacia da Polícia Civil de Patos de Minas, ontem (2/5), por agredir e desacatar policiais militares, no Bairro Sebastião Amorim, reclama da ação da Polícia e dos funcionários da Cemig, que foram até a residência dela para cortar o fornecimento de energia por falta de pagamento.

A jovem admite o desacato, mas alega que não havia necessidade de agressão e, que apenas revidou os insultos dos trabalhadores da Cemig. " Levei o pau neles e o policial me deu uma gravata. Não tinha necessidade dele pegar no meu pescoço. No que ele pegou no meu pescoço, fui e agredi ele também", conta. Jordana acusa os policiais de racismo e desrespeito. Segundo ela, o militar a "xingou de nega preta".

O pai de Jordana, Antônio Wilson, explica que pediu para que os agentes da Cemig aguardassem enquanto ele fosse sacar o dinheiro para pagar as duas contas em atraso. " Eles entraram e agrediram a minha filha. Agora estou sem energia, a filha está machucada", lamenta. Ele afirmou, ainda que, agora, todos os talões de luz foram pagos.

Em entrevista à NTV, na tarde dessa terça, o tenente Tafuri explicou que foi necessário o uso da força para conter a moradora e garantir a integridade física do funcionário da Cemig e dos militares, fazendo cumprir a lei. A produção do Patos Já entrou em contato na manhã de hoje (3/5), e a assessoria de comunicação da PM não quis comentar as acusações. 

  • Mulher detida por agredir militar acusa Polícia de racismo e agressão
  • Mulher detida por agredir militar acusa Polícia de racismo e agressão
  • Mulher detida por agredir militar acusa Polícia de racismo e agressão
  • Mulher detida por agredir militar acusa Polícia de racismo e agressão
  • Mulher detida por agredir militar acusa Polícia de racismo e agressão
  • Mulher detida por agredir militar acusa Polícia de racismo e agressão

Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG