PL que desobriga comprovação de vacinação contra Covid-19 é aprovado em 1º turno

O projeto de lei é de autoria do parlamentar José Luiz Borges (Podemos)

por Caio Machado
24/02/2022 - 16h05

Patos Já - PL que desobriga comprovação de vacinação contra Covid-19 é aprovado em 1º turno

Um projeto de lei que proibirá a exigência da comprovação de vacinação contra a Covid-19, em âmbito público ou privado, foi aprovado em 1º turno na Câmara dos Vereadores nesta quinta-feira (24).

De autoria do vereador José Luiz Borges (Podemos), o PL foi aprovado por 14 votos durante a assembleia ocorrida no plenário da Câmara Municipal e seguirá para votação em 2º turno.

No texto do PL, José Luiz afirma que não há justificativa para a apresentação do “passaporte da covid”, devido a ineficácia de diversas vacinas, além da necessidade de três doses para alcançar ou não, a taxa mínima de imunização.

Além disso, ele argumenta que a apresentação do passaporte seria apenas para pressionar as pessoas a se vacinarem, o que poderia até desencadear atos de “segregação e polarização social”.

Para o parlamentar, o PL não se trata da obrigação das pessoas vacinarem ou não contra o novo coronavírus, mas sim do direito de ir e vir e da liberdade das mesmas.

Durante a votação, o vereador José Eustáquio de Faria Junior (Podemos), mesmo votando favorável, disse não estar convencido pelo PL e refletiu que a saúde foi politizada.

Ele citou o exemplo do Pará, que em algumas áreas do Estado, os turistas são obrigados a apresentar comprovação de vacinação contra a Malária e salientou que para a Covid-19, a melhor solução é a imunização.

Borges agradeceu o posicionamento do colega de partido, mas pediu que a discussão do projeto ocorra no segundo turno. Eustáquio concordou e almejou que os debates sejam de alto nível, buscando o melhor para a cidade.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG