Homem é encontrado morto em estrada vicinal de Carmo do Paranaíba; Polícia investiga o caso

Segundo a polícia, o crime pode estar relacionado a roubo e clonagem de carros

Fonte: fotos: Júlio César
22/02/2019 - 09h30

Patos Já - Homem é encontrado morto em estrada vicinal de Carmo do Paranaíba; Polícia investiga o caso

A Polícia Militar encontrou o corpo de um homem de 31 anos que foi morto em uma estrada vicinal, no município de Carmo do Paranaíba. Segundo informações, um homem foi até a sede da 90ª Cia da Polícia Militar relatando que na noite da última quarta-feira, ele e a vítima teriam sido rendidos dentro de um veículo na zona rural, por dois indivíduos armados.

Ainda segundo o homem, identificado como Fabrício Carlos da Silva, de 32 anos, após serem rendidos, eles foram retirados do carro e os autores efetuaram disprado contra a vítima David Nunes de Matos.

De posse das informações, os policiais foram até o local indicado e encontraram a vítima caída próximo à estrada e ao veículo abandonado. No entanto, ao invés de tiros, o corpo apresentava várias perfurações feitas provavelmente com faca.

Os militares, então, identificaram contradições na versão apresentada por Fabrício e realizaram levantamentos em conjunto com a Polícia Militar de Patos de Minas, que levaram até os fatos verídicos que motivaram o crime, assim como a autoria.

Em outro momento, os policiais voltaram a conversar com Fabrício, que disse que antes do crime estava em Patos de Minas com a vítima e mais dois homens e que eles se encontraram em um posto de combustíveis para ir até a zona rural de Major Porto levar uma cesta básica.

Fabrício contou que durante o percurso, em uma região conhecida como Jardins, um indivíduo chamado Paulo Júnior Pereira da Silva, de apelido “neguinho”, teria solicitado que a vítima parasse o carro para que ele levasse a cesta básica a pé, devido ao mau estado de conservação da estrada vicinal.

Depois de 30 minutos, Paulo Júnior teria voltado com um revólver calibre 38, dizendo que mataria Fabrício e David. Após tentativa de negociações, Paulo Júnior teria falado que havia sido contratado por um homem chamado Antônio Carlos Soares e que realmente iria executá-los.

De acordo com Fabrício, os dois tentaram fugir, mas só ele conseguiu correr. Ainda segundo o homem, ele resolver não chamar a polícia de imediato, devido ao alto poder aquisitivo do suposto mandante do crime.

Durante investigações, a polícia descobriu que o crime pode estar relacionado a roubo e clonagem de carros, visto que a polícia localizou na casa da vítima um veículo clonado.

O suposto mandante do crime foi conduzido para a delegacia e, na casa dele, foram encontrados materiais suspeitos, como bloqueadores de sinal de rastreadores de veículos, lacres de uso exclusivo do Detran e documentos de carros, inclusive o do carro que foi encontrado na garagem de David. Fabrício também foi conduzido para a Delegacia para ser ouvido pelo Delegado da Polícia Civil. Os suspeitos de terem cometido o crime não foram localizados.

O caso foi encaminhado para a Polícia Civil de Patos de Minas, que deverá trabalhar em conjunto com a Polícia Militar do Carmo do Paranaíba para apurar as reais causas da execução.

  • Homem é encontrado morto em estrada vicinal de Carmo do Paranaíba; Polícia investiga o caso
  • Homem é encontrado morto em estrada vicinal de Carmo do Paranaíba; Polícia investiga o caso

Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG