Justiça mantém afastamento do prefeito de Varjão de Minas

Outra ação de improbidade foi movida pelo MP contra Walter Pereira, relacionada ao uso de máquinas da Prefeitura de Varjão de Minas em uma propriedade rural no município de João Pinheiro

por Millene Mesquita
Fonte: Millene Mesquita.
10/04/2015 - 14h58

Patos Já - Justiça mantém afastamento do prefeito de Varjão de Minas

O Prefeito de Varjão de Minas deverá continuar afastado do cargo. O Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou recurso para o retorno às atividades. O Ministério Público ingressou com outra ação de improbidade administrativa, desta vez sobre o uso de maquinário municipal em área particular.

O Prefeito Walter Pereira Filho teve recurso negado pelo STJ do Estado de Minas Gerais e continuará afastado por um prazo de 180 dias do cargo até o encerramento das investigações de atos de improbidade administrativa. Anteriormente, o político havia sido afastado por medida cautelar para que fossem possíveis as investigações do caso.

Outra ação de improbidade foi impetrada pelo Ministério Público contra Walter Pereira, que está relacionada ao uso de máquinas da Prefeitura de Varjão de Minas em uma propriedade rural no município de João Pinheiro, que até aquele momento era de propriedade do Prefeito. O Promotor de Justiça Paulo César de Freitas explicou a nossa reportagem que houve a comprovação de que as máquinas que estavam na propriedade rural do município vizinho pertencem a Prefeitura Varjão de Minas, através de testemunhas e provas periciais.

As ações de improbidade administrativas tem sido recorrentes em vários municípios do Estado principalmente devido a utilização de bens públicos para atender a finalidades privadas, o que pode segundo o Promotor, levar ações que vão de além do afastamento do cargo a perda de mandato.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG