Rio Paranaíba volta a enfrentar falta de água e prefeito ressalta ausência de obras da Copasa

A reportagem do Patos Já conversou nessa quarta-feira (27) com o prefeito do município, Valdemir Diogenes, a respeito da situação, que segundo ele, acontece pela segunda vez

por Gustavo Oliveira
Fonte: Gabriela Pires Foto: Gustavo Brito
28/06/2018 - 10h25

Patos Já - Rio Paranaíba volta a enfrentar falta de água e prefeito ressalta ausência de obras da Copasa

Nos últimos dias, a população da cidade de Rio Paranaíba enfrentou uma crise hídrica que durou mais de uma semana. A reportagem do Patos Já conversou nessa quarta-feira (27) com o prefeito do município, Valdemir Diogenes, a respeito da situação, que segundo ele, acontece pela segunda vez. O último problema com abastecimento foi enfrentado em 2014, devido a escassez.

Para abastecer a cidade de 12 mil habitantes, a Copasa faz a capitação da água através de uma nascente, localizada a cerca de 2 km da cidade em um território da Universidade Federal de Viçosa (UFV). Só que a vazão de 36 litros por segundo diminuiu para 18 litros. O prefeito disse que já há um estudo junto a companhia para fazer o trabalho em outro local, onde a vazão é maior.

Ainda, de acordo com o prefeito, uma obra para aumentar a capacidade de captação de água no local já deveria ter sido iniciado pela Copasa no início deste ano, porém, até o momento nada foi feito, "Sem esse serviço da companhia, há riscos da falta de água voltar a ocorrer novamente.". Valdemir chegou a conversar com representantes da companhia em Belo Horizonte em busca de projetos mais eficazes e soluções definitivas e foi informado que algumas obras já estão programadas, mas não citou datas. 


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG