Ações descoordenadas podem trazer prejuízos para Patos de Minas e municípios vizinhos

Nas redes sociais, anúncios são chamativos

por Redação Patos Já
17/02/2021 - 16h00

Patos Já - Ações descoordenadas podem trazer prejuízos para Patos de Minas e municípios vizinhos

De braços cruzados, autoridades assistem situações como estás e medidas para combater as ações não são tomadas.A região macro-noroeste, em que Patos de Minas está, vive seu pior na pandemia de Covid-19. Isso devido a super lotação de leitos em hospitais públicos e privados que compõe a região. Á espera por uma vaga, pacientes podem ficar horas aguardando por um leito, às vezes alguns morrem antes de mesmo serem submetidos a procedimento mais eficaz para a enfermidade em que está.

Com a situação agravante foi preciso que a Superintendia Regional de Saúde emitisse uma recomendação para as microrregiões de Saúde de João Pinheiro, Patos de Minas e a gerência regional de saúde de Unaí. O texto, publicado na segunda-feira (15), informou quanto ao número de leito que: “não é suficiente para suportar a estimativa feita pelo Estado de Minas, considerando a população da macrorregião, pois, a região necessitaria de 105 leitos de UTI para atender à população”.

Após isso municípios como Carmo do Paranaíba tomaram medidas rapidamente como toque de recolher das 21h às 06h. Em Patos de Minas a decisão só veio nesta quarta-feira (16), o prefeito decretou o fechamento de estabelecimentos não essenciais e toque de recolher das 22h às 05h.

Patos Já - Ações descoordenadas podem trazer prejuízos para Patos de Minas e municípios vizinhos

Mesmo com essa atitude, moradores de Patos de Minas e cidades vizinhas promovem publicações em redes sociais incentivando ações proibidas por decretos. Um, por exemplo, anuncia três marcas de cervejas por R$ 7,00, outro anuncia condições para compre de bebidas alcoólicas com condições para pagamento avista ou no cartão. E como se não bastasse, um homem afirma: “pessoal de Patos e São Gonçalo aqui no Varjão tem um resto de cerveja, podem vir buscar”. Em um dos comentários uma mulher, rebate a afirmação do homem, pedindo solidariedade. Já em uma rede social de um patense, um cidadão anuncia vaga em uma pousada para que as pessoas pudessem ir para passar os dias em que estabelecimentos não essenciais estiverem fechados.

De braços cruzados autoridades assistem situações como estás e medidas para combater as ações não são tomadas.

Patos Já - Ações descoordenadas podem trazer prejuízos para Patos de Minas e municípios vizinhos


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG