Ampliação da capacidade assistencial no curto prazo é objetivo em Coromandel

Força-tarefa que envolve Estado e município também atua para garantir redução de casos de covid-19 na região

por Redação Patos Já
Fonte: Agencia Minas.
17/02/2021 - 06h00

Patos Já - Ampliação da capacidade assistencial no curto prazo é objetivo em Coromandel

A força-tarefa integrada pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), Gabinete Militar do Governador / Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) e Prefeitura Municipal de Coromandel apresentou, nesta terça (16/2), as medidas na cidade para o enfrentamento à covid-19.

As duas frentes de ações em Coromandel serão dedicadas à redução de casos e ao reforço da capacidade assistencial aos pacientes. Para diminuir o número de pessoas doentes, o secretário de Saúde de Minas Gerais, médico Carlos Eduardo Amaral, disse que o distanciamento é uma das formas de reduzir o número de casos. “Ou nós temos um distanciamento mais efetivo, ou os casos vão seguir a ordem da epidemia, da transmissão do vírus e não o controle da gestão", afirmou, durante coletiva à imprensa.

Outra ação traçada é o reforço da capacidade assistencial. Em Minas Gerais, o Governo do Estado, por meio da SES-MG, ampliou a oferta de 2.072 para 4.057 leitos de UTI e, nos leitos de enfermaria, de 11.625 para 20.878.

A meta, agora, do município e do Estado, é buscar melhoria assistencial a curto prazo. Uma forma rápida para ampliação de leitos, por exemplo, é transferência de pacientes, que vem sendo realizada desde a última semana. “Isso é de longe uma das ações mais efetivas quando temos pacientes graves. Ninguém consegue abrir leitos imediatamente”, explicou o secretário, Segundo Amaral, a SES-MG também está em articulação com a secretaria da Presidência para ampliar a capacidade assistencial da região.

Polícia Militar

Uma equipe de apoio assistencial e de planejamento da Polícia Militar, com médicos intensivista (1) e infectologista (1), enfermeiros (2), fisioterapeutas (2) e técnico de enfermagem chegou a Coromandel nesta terça-feira (16/2). A equipe irá permanecer na cidade por 48 horas, sendo substituída por outra até a estabilização da crise.

Além do apoio assistencial, a Polícia Militar irá reforçar a fiscalização na cidade, tendo em vista que a prefeitura municipal decretou, para o período de 16 a 23/2, "restrição provisória da circulação de pessoas”, com barreira sanitária em todas as entradas e saídas do perímetro urbano da cidade.

"Considerando o decreto elaborado pela prefeitura, já fizemos um planejamento para reforçar o policiamento em Coromandel e apoiar a prefeitura em suas ações de distanciamento social. A Polícia Militar irá utilizar sirenes, viaturas, dará orientações via megafone para conscientizar as pessoas a ficarem em casa e, ainda, apoiará nas barreiras sanitárias para evitar a circulação das pessoas e, por consequência, a disseminação do vírus", detalhou coronel Caixeta, que apresentou as ações da PMMG durante a coletiva.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG