Com aproximação do período de calor e chuvas, preocupação com a dengue continua

Patos de Minas registra em 2019 a maior epidemia de infestação da história

por Redação Patos Já
05/08/2019 - 17h57

Patos Já - Com aproximação do período de calor e chuvas, preocupação com a dengue continua

Assim como em diversos outros municípios, Patos de Minas registra a maior epidemia de infestação do mosquito da dengue, de sua história. Os dados da vigilância em saúde mostram que até agora foram mais de 11 mil notificações, sendo 3.999 confirmados, com 5 mortes registradas e outras três que seguem em investigação. Houve redução nas notificações, mas a aproximação do período de calor e chuvas, volta a preocupar.

Para a diretora da vigilância em saúde, Geize Marques, é preciso que a população fique atenta ao combate diário do Aedes aegypti. Segundo ela, a fêmea do mosquito já deposita ovos infectados, e que no ambiente ficam até 700 dias à espera do clima ideal com calor e água. Por isso a necessidade de manter o sinal de alerta ligado, diante dos números impactantes da epidemia.

Houve redução no número de notificações durante o período mais seco e frio. Para se ter uma ideia, em maio foram registrados 2.204 casos notificados, enquanto que em julho, o numero caiu para 13. A diretora de vigilância em saúde avalia que além do clima, a conscientização também contribuiu para a queda.

Outras doenças que também são transmitidas pelo mosquito também são motivo de preocupação para as autoridades em saúde. Em Patos de Minas, foram 49 notificações de chikungunia com 1 óbito. Já em relação aos casos de zika, foram 169 notificações e 01 caso confirmado.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG