Dois boletins da prefeitura, apresentam divergência

Nesta segunda-feira, a prefeitura de Patos de Minas apresentou dois boletins com dados bem diferentes.

por Redação Patos Já
25/08/2020 - 11h20

Patos Já - Dois boletins da prefeitura, apresentam divergência

Os boletins epidemiológicos do coronavírus servem como parâmetro para entender a evolução da pandemia. Se os casos estão ou não em aceleração, são pontos de partidas para as decisões políticas sobre a flexibilização das atividades econômicas. Mas fato é, que os informes não expressam exatamente a realidade, devido a subnotificação, pois os testes não são oferecidos em massa. Além disso, as inconstâncias nos números podem também ressaltar dúvidas. Nesta segunda-feira, a prefeitura de Patos de Minas apresentou dois boletins, com poucos minutos de diferença, com dados bem diferentes.

A prefeitura de Patos de Minas informou dois boletins epidemiológicos sobre coronavírus nesta segunda-feira. No primeiro apresenta 1464 casos tratados, 207 pessoas se recuperando em casa, 1721 infectados e 39 mortes em decorrência da covid na cidade.

Se comparado ao boletim anterior, divulgado na sexta-feira, foram mais 17 curados, aumento de 35 pessoas em isolamento domiciliar e 40 novos infectados. Minutos depois, no painel coronavírus do site da prefeitura de Patos de Minas, os números apresentados foram diferentes. O número de curados permaneceu o mesmo. Os de pessoas se recuperando em casa aumentaram para 260, mais 53 pessoas em relação ao boletim divulgado mais cedo e 88 mais doentes em isolamento que o boletim de sexta-feira.

Outra divergência é com relação ao infectados. No primeiro boletim de ontem eram 53 novos casos em relação ao informe de sexta, mas pelo segundo boletim mais 93 novos infectados de covid, comparado com o do dia 21, total de 1774 casos em Patos de Minas. Segundo a prefeitura, mesmo com poucos minutos de diferença entre os boletins, osnúmeros que constam no painel coronavírus continuaram sendo atualizados, por isso as divergências. Há ainda mais diferenças. Em um constam 11 internados, 6 em leitos de UTI, no outro do mesmo dia, com pouca diferença de tempo de divulgação entre eles, são 23 internados em Patos de Minas, 10 em UTI. Segundo a prefeitura, o número maior em um dos informes, é porque constam suspeitos da doença internados.

Outra questão que gera cofusão é sobre a taxa de ocupação de leitos. Mesmo com menos internações o percentual é maior, mas de acordo com a prefeitura, isso porque são somados todos os leitos ocupados, de pacientes de outras cidades, por isso a divergência, e de novo, não há a explicação clara sobre tais diferenças. O único fato comum percebido é que a taxa de ocupação de leitos de UTI tem ficado no limite ou mesmo ultrapassado a capacidade do sistema de saúde.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG