Falta de repasses poderá interromper atividades da Clínica do Rim

Nenhum pagamento foi realizado pelo SUS desde o mês de maio.

por Caio Machado
19/08/2021 - 19h00

Patos Já - Falta de repasses poderá interromper atividades da Clínica do Rim

A Clínica do Rim poderá ter as atividades suspensas devido a falta de repasses do SUS para a prestação dos atendimentos de hemodiálise. Os pagamentos não são realizados desde maio e a dívida do Ministério da Saúde já soma mais de R$1,3 milhão.

A interrupção do repasse é confirmada por Fátima Gomes, presidente do Conselho Municipal de Saúde, que ainda diz que a situação é inadmissível, devido à importância da hemodiálise para a vida dos pacientes que dependem do procedimento.

Em nota, a Clínica do Rim salientou que o atendimento dos pacientes renais foi transferido do Hospital São Lucas para o local por meio de uma ordem judicial. Reforçou ainda que devido ao atraso dos repasses, os atendimentos de mais 200 pacientes, de 33 municípios, têm sido financiados por eles mesmos e se não houver pagamento ou mesmo  posicionamento do SUS até esta sexta-feira(20), o serviço de hemodiálise poderá ser interrompido na próxima semana.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG