Grupos prioritários de gestantes, crianças e puérperas, não atingiram meta de imunização contra a gripe em Patos de Minas

por Redação Patos Já
13/07/2020 - 14h00

Patos Já - Grupos prioritários de gestantes, crianças e puérperas, não atingiram meta de imunização contra a gripe em Patos de Minas

Em meio a pandemia do novo coronavírus, muitos resistem em procurar as unidades de saúde, por temer ser exposto a infecção e possível contágio da Covid-19. Esta situação preocupante provoca dificuldades na cobertura vacinal contra a gripe em Patos de Minas. Alguns grupos não conseguiram atingir a meta preconizada pelo Ministério da Saúde.

Para se ter uma ideia do quanto a pandemia tem influenciado na não imunização, basta observar alguns grupos prioritários, que segundo, Erivaldo Rodrigues, responsável pelo o setor de estatísticas da Vigilância em Saúde não alcançaram a meta de 90%. Os dados mostram que a menor procura pela vacina está entre as gestantes, crianças e puérperas. Mesmo com o fim da campanha no mês de junho, quem ainda não se vacinou contra a gripe deve procurar os postos mais próximos de casa.

Pentavalente.

Sobre a vacina pentavalente, Erivaldo Rodrigues explica que o imunizante continua com aplicações irregulares desde o ano passado. Periodicamente lotes são enviados aos municípios, mas não suficientes para suprir a grande demanda. A recomendação é que as mães devem ir até a sua unidade de saúde para se cadastrar na fila de espera.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG