Mulher morre após 29 dias na UPA aguardando por transferência

A paciente de 59 anos morreu na fila a espera do tratamento especializado

por Gustavo Oliveira
Fonte: Odair Cardoso - foto: Gustavo Brito.
18/07/2018 - 11h07

Patos Já - Mulher morre após 29 dias na UPA aguardando por transferência

Familiares de Maria de Fátima, de 59 anos, indignados, denunciaram esta semana que a longa espera pelo tratamento adequado resultou na morte da paciente que sofria com cirrose hepática. Ela estava na UPA desde o dia 14 de junho aguardando transferência e na última sexta-feira 13, o óbito foi confirmado.

Simone Reis, explicou que a mãe deu entrada na UPA, onde aguardava liberação para um hospital com inchaço na barriga e nos pés, causados pela cirrose hepática. No entanto, no decorrer dos 29 dias, a mulher deixou de andar, falar e até se alimentar. Acamada, ela adquiriu pneumonia e bronquite. Ainda segundo a filha, na tarde do dia 12, Maria de Fátima teve uma febre muito alta que não baixava. No outro dia, finalmente surgiu uma vaga para o Hospital São Lucas, mas ela não resistiu.

Em entrevista a reportagem do Patos Já, o Promotor de Justiça, Jacques Souto, disse que o caso não foi levado ao conhecimento do Ministério Público, para que medidas imediatas pudessem ser feitas a respeito da transferência para outros centros de saúde, uma vez que em Patos de Minas não tem atendimento especializado para tratar a cirrose hepatica.

Os familiares lamentaram a demora da saúde pública em solucionar a transferência de Maria de Fátima, diante do quadro que foi se agravando ainda mais em quase um mês de espera, e que chegou tarde demais.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG