Pandemia se alastra e capacidade assistencial continua estrangulada em Patos de Minas

Além do esgotamento da estrutura hospitalar, o número de mortes continua batendo recordes. Foram 9 óbitos só no último domingo

por Ludmilla Bahia
09/03/2021 - 11h00

Patos Já - Pandemia se alastra e capacidade assistencial continua estrangulada em Patos de MinasArquivo Patos Ja.

O esgotamento da assistência à saúde de doentes em Patos de Minas segue preocupante. Há semanas o sistema está em colapso com ocupação da totalidade de vagas disponíveis tanto em leitos clínicos, quanto particulares. Em meio ao colapso, o número de mortes é assustador e tem sido cada vez maior.

A abertura de leitos não tem sido suficiente para tratar os doentes do município. Mesmo com os últimos 8 abertos no sábado passado depois da reclamação formal em boletim de ocorrência por parte dos profissionais de saúde, da saturação no Hospital de Campanha, faltam vagas para quem foi infectado pelo novo coronavírus. São quase 1.300 casos ativos no município.

De acordo com o último boletim epidemiológico, publicado pela Secretaria Municipal de Saúde, o sistema público, está além do limite para leitos clínicos e UTI de novo, com capacidade máxima. Quando verificadas as redes particular e pública, a situação é bem mais complicada. Para leitos clínicos, ocupação quase 3 vezes maior que a capacidade e de UTI quase duas vezes que o limite – assim os atendimentos são improvisados.

Em único boletim, foram 23 novas mortes, quando comparado com o informe da última sexta-feira, ocorridas entre 3 e 8 de março. Foram 9 falecimentos em um único dia, no domingo, segundo o painel coronavírus da Secretaria Municipal de Saúde. Patos de Minas chegou nessa segunda-feira a 227 óbitos confirmados por covid-19.


Comentários
Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor

  • NossaFM 105,9 - Patos de Minas/MG
  • NTV - Patos de Minas/MG
  • NossaFM 96,3 - Oliveira/MG